Eleição Esquisita  | MUVUCA POPULAR

Sábado, 23 de Junho de 2018

ARTIGOS Sexta-feira, 08 de Junho de 2018, 11h:19 | - A | + A




Eleição Esquisita

Eleição Esquisita

Onofre Ribeiro

O perfil dos candidatos e dos eleitores deste ano ainda está muito estranho. Indefinido e obscuro. Em Tocantins a eleição pra o mandato tampão do governador, até dezembro próximo, trouxe recados também muito esquisitos. Vou ficar só no sentimento do eleitor: temor e ódio. E os candidatos: o caráter ruim não os impediu de receber os votos. Está aí o paradigma: um eleitor raivoso e candidatos sem rumo.      

O eleitor não terá muitos motivos pra mudar nesses 4 meses que faltam pra eleição. Os candidatos também não. O que nos espera é uma eleição confusa. Esquisita. 

O eleitor não sabe bem o que deseja, e os candidatos não sabem o que dizer. Na linguagem do marketing os candidatos não conseguem construir um discurso que dê ao eleitor garantia mínima de que não será um fiasco. E o eleitor do jeito que está não consegue enviar aos candidatos uma mensagem do que efetivamente deseja. Há, portanto, um racha perigoso entre as duas pontas.         

Penso que o discurso fácil de eleições anteriores não valerá nessa. Tipo: precisamos crescer e vamos avançar na infraestrutura, na educação, na saúde e na segurança. Muito genérico e sem propósito.

O eleitor ferido de morte na sua fé, nos sonhos e na esperança quer mais. Isso terá que levar os candidatos para um terreno extremamente pantanoso: o do inconsciente coletivo. È uma percepção difusa, não explícita e quase sempre manifesta em atitudes isoladas. Está no ar numa percepção não clara.          

O que dizer ao inconsciente coletivo deste país e deste Estado se a linguagem de interpretação dos candidatos não compreendeu que os discursos genéricos já não servem mais. Prometer obras não resolve. Prometer combater vícios da gestão não resolve.  

O pior vem agora. Qualquer promessa que atenda minimamente ao inconsciente coletivo terá que focar no papel do Estado. Isso significa desmontar o modelo de Estado que nos legou a famigerada Constituição de 1988.

E mexer no poder imenso das poderosas corporações que assaltaram o Estado e geraram corrupção, redução dos serviços públicos, aumento de impostos, piora generalizada do papel do Estado frente aos cidadãos. No entanto, as corporações que governam o país a partir do Estado vão muito bem, obrigado! E vão lutar violentamente contra quem quiser mexer nos seus privilégios.           

Quem vai querer ou terá forças suficientes pra encarar as reformas do Estado, a tributária, a política, a previdenciária, a trabalhista e reduzir os privilégios das castas governantes? Haverá alguém capaz disso?

Se houver fará um compromisso de vida e morte com o eleitor. Se não, será morto em poucos meses de governo pelo eleitor ou pelas corporações. Precisará ser um iluminado pra sobreviver!     

Não queria estar na pele de ninguém que se candidate. Mas o povo e os eleitores apoiarão contra todas as correntes contrárias, aqueles que caminharem nessa espinhosa direção!

Onofre Ribeiro é jornalista em Mato Grosso.

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do MPopular. Clique aqui para denunciar um comentário.

comentários

coluna popular
Jogo duplo de candidato pode enterrar sua eleição
Veja o resultado completo
Deputado desafia governador e chama de porcaria
PT, MDB e PSDB possuem as maiores quantias
Enquanto se "estapeiam" republicano cresce

Últimas Notícias
23.06.2018 - 12:23
23.06.2018 - 12:14
23.06.2018 - 12:06
23.06.2018 - 11:54


Nenhum deles

Mauro Savi

Wilson Santos

Wagner Ramos

Eduardo Botelho

Prof. Allan Kardec

Nininho

Janaina Riva

Valdir Barranco

Romualdo Júnior

Saturnino Masson

Silvano Amaral

Sebastião Rezende

Max Russi

Guilherme Maluf

Gilmar Fabris

Dilmar Dal Bosco

Max Russi

Roberto Bezerra

Niuan Ribeiro

Paulo Araújo

Antônio Marçal

Josair Lopes

Waldir Caldas

Diany Dias

João Batista

Oscarlino Alves

Edmundo César

Henrique Lopes

Suelme Evangelista

Carlos Avalone

Carlos Brito

Leonardo Oliveira

Layr Mota

Cabo Juliano

Dr. Edvaldo

Professora Rita

Nieta

Sergio Lader

Diego Guimarães

Juca do Guaraná

Faissal

Gilmar Fabris

Ademir Brunetto

Pedro Satélite

Oscar Bezerra

Zeca Viana

Luizinho Magalhães

Baiano Filho

Branquinha

Jajah Neves

José Antônio Pilegi

Luis Braz

Emílio Populo

Marcio Mendes

Cláudio Sena

Emídio de Souza

Major EB Cicero

Guarda Sttefany

Auditor Claudemir

Sargento Joelson

Gisele Lopes

Dr. Divino Henrique

Sr. Elias

Dr. Ardonil

Eliseu Nascimento

Samir Katumata

Dilemário Alencar

Gislene Cabral

Madona

Túlio Fontes

Joyce Lombardi

Miley Alves

Lúdio Cabral



Informe Publicitário