Mãe biológica pega filha na casa dos pais adotivos em MS, foge para MT e é procurada pela polícia | MUVUCA POPULAR

Sábado, 22 de Setembro de 2018

CIDADES Quinta-feira, 12 de Julho de 2018, 09h:45 | - A | + A




INVESTIGAÇÃO

Mãe biológica pega filha na casa dos pais adotivos em MS, foge para MT e é procurada pela polícia

Por: Da Redação

Gleice Mara Dias, mãe biológica de Maiza Valentina Matos Camargo, de 6 anos, é procurada pela polícia depois de ter pego a filha no dia 30 de junho, com a promessa de devolvê-la aos pais adotivos no dia seguinte. A mulher, entranto, teria fugido para Rondonópolis, a 218 km de Cuiabá, onde mora e não foi mais vista.

De acordo com os pais adotivos, que moram am Boa Vista (MS), a suspeita é de que Gleice teria levado a menina para Rondonópolis.

No entanto, a polícia foi acionada, esteve na casa da mulher, mas não a encontrou. Não há pistas de onde as mãe e filha possam estar.

Ainda segundo a família adotiva, mãe biológica teria entregado espontaneamente a criança ao servidor público João Gomes Carvalho e à mulher dele, Jane Mary Garcia Mattos Carvalho, em 2014. Na época, a menina tinha 2 anos.

A menina é filha do irmão de Jane, que foi casado com Gleice por quatro anos. Quando o casal se separou, nenhum dos dois queria ficar com a menina.

Gleice, então, teria procurado Jane pedindo para que ela ficasse com a criança. De acordo com eles, a mãe biológica dizia que queria entregar a menina, porque tinha a intenção de se mudar para Portugal.

Em outubro do ano passado, João e Jane conseguiram a guarda definitiva de Maiza. Mas, no início de 2018, Gleice procurou a Justiça para revogar a decisão e ter a filha de volta, o que foi negado em primeira instância.

Após a derrota, la ingressou com processo para ter direito de visitar Maiza, o que foi concedido. A primeira visita autorizada foi no dia 30 junho, quando ela desapareceu levando a filha.

A família adotiva registrou boletim de ocorrência na Polícia Civil, que contatou a polícia de Mato Grosso para investigar o caso.

Gleice havia contratado a advogada Ingrydys Hananda Mingoti para defendê-la no processo, que inclusive, esteve na casa dos pais adotivos no dia da visita.

 
Nota divulgada pela ex advogada da mãe biológica (Foto: Facebook)Nota divulgada pela ex advogada da mãe biológica (Foto: Facebook)

Nota divulgada pela ex advogada da mãe biológica (Foto: Facebook)

 

Por meio de uma nota publicada em rede social, a advogada alega que deixou o caso e não atua mais na defesa de Gleice. Entretanto, ela afirmou que, assim que pegou a menina, a mãe biológica decidiu que não ia devolvê-la.

Ainda segundo a nota, mesmo sendo orientada pela advogada a não tomar tal atitude, Gleice teria levado a menina para Rondonópolis, onde mora.

João e Jane estiveram em Rondonópolis na tentativa de encontrar alguma pista. Eles conversaram com o atual marido de Gleice, que é suspeito de ter dado apoio na fuga, mas ele disse não saber do paradeiro das duas.

Tanto o marido de Gleice, quanto a advogada foram ouvidos pela polícia, que continua investigando o caso.

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do MPopular. Clique aqui para denunciar um comentário.

comentários

coluna popular
Wellington reúne centenas de pessoas em caminhada
Morrem peixes em massa na Salgadeira
Mulher chora ao encontrar "o professor"
Seria machismo?
O que explica o MDB apoiar Mauro Mendes?

Últimas Notícias
22.09.2018 - 14:11
22.09.2018 - 13:54
22.09.2018 - 13:52
22.09.2018 - 12:18




Informe Publicitário