Casa Militar altera estrutura para garantir escolta de Selma | MUVUCA POPULAR

Terça-feira, 14 de Agosto de 2018

COLUNA POPULAR Quarta-feira, 13 de Junho de 2018, 15h:33 | - A | + A




Decreto põe em dúvida se todos podem ter segurança

Casa Militar altera estrutura para garantir escolta de Selma

Por: REDAÇÃO

A Casa Militar do Estado de Mato Grosso lançou no Diário oficial desta terça-feira (12), um decreto que altera a estrutura organizacional da pasta, ao que tudo indica, para garantir a escolta solicitada pela pré-candidata ao Senado, a juíza aposentada Selma Arruda.

Mesmo com garantia do decreto, aonde afirma que a segurança deve ser feita para qualquer autoridade, desde que autorizada pelo governador Pedro Taques, o que chama atenção, é que a juíza além de ter escolta retirada pelo próprio órgão do qual magistrou décadas, mesmo alegando sofrer ameaça, não é mais considerada autoridade na ativa.

O questionamento fica em cima da questão moral sobre a escolta autorizada pelo governador, sendo que os juízes aposentados não teria direito nem mesmo ao foro privilegiado.

Além disso, existem cargos de risco no executivo como de policiais, agentes penitenciários que sofrem ameaças e correm risco de vida, mas não tem escolta militar.

Veja decreto

Arte Muvuca Popular

Escolta Diário Oficial

 

Arte Muvuca Popular

Escolta Diario Oficial

 

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

(3) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do MPopular. Clique aqui para denunciar um comentário.

Marília Mendonça - 13-06-2018 17:11:42

Bonito! Que bonito, hein! Que cena mais linda Será que o povo está atrapalhando a assembleia ai? Que lixo! Cê tá de brincadeira Não sei se dou na cara dele ou bato em quem votou no governador Mas nós vamos atrapalhar suas noite de prazer com nosso dinheiro E pra ajudar pagar a justiça que lhe satisfaz Toma aqui uns 50 reais Ai, ai, ai, ai E pra não ajudar pagar a justiça que lhe satisfaz Em Pedro taques eu não voto mais. rsrsrrsrs

Responder

11
0


Leonel - 13-06-2018 17:08:23

Decisão personalíssima a uma ex-juíza

Responder

7
0


Leandro - 13-06-2018 15:48:01

Boa Observação, realmente os outros não tem e nem deve, pois se não exerce mais a função nao tem o pq de receber

Responder

12
0


3 comentários