Assassinatos de LGBTs cresce 66% em Mato Grosso | MUVUCA POPULAR

Quarta-feira, 23 de Janeiro de 2019

GERAL Quinta-feira, 10 de Janeiro de 2019, 19h:01 | - A | + A




Homofobia

Assassinatos de LGBTs cresce 66% em Mato Grosso

No ano passado, quinze pessoas foram assassinadas sendo vítimas de homofobia

Por: Vitória Tumelero

Os homicídios de vítimas LGBTs (lésbica, gay, bissexual, travestis e transexuais), entre 2016 e 2018, aumentaram 66% no estado de Mato Grosso. Segundo dados do Grupo Estadual de Combate aos Crimes de Homofobia (GECCH) da Secretaria Estadual de Segurança Pública (Sesp), no ano passado quinze pessoas foram assassinadas sendo vítimas de homofobia.

De acordo com o levantamento realizado pela equipe do GECCH, Mato Grosso é o terceiro estado com o maior número de mortes relativas a homofobia, com 1 assassinato para cada 367 mil moradores.

Segundo a Segurança Pública, em 2016 foram reportados sete casos, em 2017 quatorze e em 2018 quinze, ou seja, em três anos as mortes duplicaram. Entretanto, o número de suspeitos que foram realmente presos é baixo, em 2018 apenas nove foram condenados, o que condiz com 40% apenas dos crimes.

Além dos assassinatos, a denúncia em boletins de ocorrência, onde a motivação foi homofobia, também cresceram. Em 2016, 69 casos foram registrados, já em 2017 foram 114 e em 2018 foram 110, um aumento de 59% comparando 2016 a 2018.

Conforme o secretário do GECCH, major PM Ricardo Bueno, os boletins de ocorrências com a motivação de homofobia, campo para nome social de travestis e transexuais e orientação sexual foram um marco em âmbito estadual e nacional. “Com essa formatação do boletim de ocorrência, Mato Grosso se tornou referência nacional. O objetivo é garantir o respeito e a dignidade às vítimas LGBTs”, declarou o PM.

A formatação também interfere no combate do Grupo e na atuação de forma integrada e sistêmica, materializando os índices de criminalidade referentes à população de lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais. “A ideia é sensibilizar, cada vez mais, os servidores para prestar o melhor atendimento a todos os cidadãos que buscam a Segurança Pública de Mato Grosso”, concluiu o major.   

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

(7) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do MPopular. Clique aqui para denunciar um comentário.

mauro - 13-01-2019 17:17:26

Tem que receber um prêmio o pesquisador que encontra no cemitério: fulano morreu por ser gay ou ciclano morreu por ser hetero!

Responder

0
1


mané - 13-01-2019 16:05:29

A CARAPUÇA foi VESTIDA !!! Cantou é DONO do OVO !!!

Responder

1
0


mané - 11-01-2019 10:17:11

O s donos destes comentarios abaixo ,estão nas opções a seguir; - A- ENRRUSTIDOS. B- CHIFRUDOS C- BOLSOPATAS.

Responder

6
3


Olavo - 11-01-2019 23:50:49

Nome bem sugestivo vc é um mané mesmo, a estratégia é essa né, muda que essa é velha sempre que alguém se opõe usam esse papinho furado, cai na real esta auto assim por que vivem na marginalidade... Só isso... Acorda trouxa ninguém é mais obrigado a aceitar guela abaixo esse lixo que vocês defendem!!

Responder

1
2


jose antonio silva - 12-01-2019 09:10:41

Vc mané, faz parte da turminha, que queima o escapamento?

Responder

2
2


Estenio Silva - 11-01-2019 08:23:28

66% é um índice elevado, mas ainda insuficiente. Com o esforço de todos podemos subir para 100% em poucos meses.

Responder

3
6


jose antonio silva - 11-01-2019 09:41:48

Que tal 200%, 300% ou mais?

Responder

3
7


7 comentários