Novo Fethab deve arrecadar R$ 1,5 bi em um ano para Mato Grosso | MUVUCA POPULAR

Quarta-feira, 23 de Janeiro de 2019

GOVERNO Quarta-feira, 09 de Janeiro de 2019, 10h:58 | - A | + A




Novo Fethab deve arrecadar R$ 1,5 bi em um ano para Mato Grosso

Por: Redação

O governador Mauro Mendes (DEM) elaborou uma proposta para o novo Fundo Estadual de Transporte e Habitação (Fethab), deve arrecadar cerca de R$ 1,5 bilhão por ano para o Estado, com o recolhimento de taxas calculadas sobre produtos exportados, como a soja, algodão, milho, carne e madeira.

O secretário de Estado de Fazenda, Rogério Gallo, alegou que a arrecadação do Fethab será fundamental para o equilíbrio financeiro do Estado e a retomada de investimentos. “Estamos avançando, na arrecadação do Fethab, em algumas commodities que são para exportações e isso será fundamental”.

Além da destinação para investimentos em habitação populares e recuperação e construção de estradas, o novo Fethab também deve ser aplicado em educação, segurança pública e assistência social.

O fundo, que antes possuía prazo de extinção, a partir de agora será permanente. A proposta do governador será apresentada na Assembleia Legislativa (ALMT), na quinta-feira (10), e Mendes tem como missão convencer os produtores a aceitarem os tributos impostos pelo Governo.

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

(1) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do MPopular. Clique aqui para denunciar um comentário.

José - 09-01-2019 12:29:12

Favor não esquecer que desgoverno da transformação em caos e roubalheira, também deve explicações quanto a operação Rêmora por desvio de R$57 milhões na SEDUC; operação Bereré por desvio de R$30 milhões no Detran; operação Grampolândia na segurança pública usada para chantagear adversário; delação de Alan Malouf sobre Brustolin e vários secretários com R$50 mil/mês por fora; mensalinho R$100 milhões por dentro para os deputados; rombo de R$4 bilhões no caixa e desvio de $230 milhões do fundeb; desvio de R$1,2 milhões no fundo de trabalho escravo; desvio e apropriação de R$300 milhões dos municípios; desvio e apropriação de R$300 milhões dos poderes; aumento de $2 bilhões nos Incentivos Fiscais; aumento de milhares de cargos políticos comissionados, aumentou da folha de pagamento pela contratação de mais de 10.000 pessoas; uso da justiça para proteger seus amigos e secretários conforme disse o cabo gerson; delação de Alan Malouf tratando de 12 tipos de corrupção entre elas os $10 milhões de caixa 2 administrados por Alan Malouf e Julio Modesto; licitação irregular de 11 bilhões para transporte interestaduais; desvio de R$58 milhões em pontes na SINFRA; $300 milhões em vantagem cobrada de quem recebeu antecipado no decreto do bom pagador; crédito de R$100 milhões para o primo Paulo Taques; maracutaia com a juiza candidata para ferrar o silval e a familia dele. Além disso, apropriação indébita de R$70 milhões descontado dos salários dos servidores públicos para pagar empréstimos consignados e estouro da folha pagando vantagens para apaniguados políticos.

Responder

1
0


1 comentários