EM DEFESA DA SOCIEDADE

Conciliação prefeitura

DIA NACIONAL DA MAMOGRAFIA

Artigos

Colaborador(a) 177 acessos


RITAMARIS RÉGIS

O dia 05/02 é o dia Nacional da Mamografia segundo projeto de lei que vigora desde 2013 e tem como objetivo sensibilizar a mulher sobre a mamografia como principal exame para detectar o câncer de mama precoce.  Esta data foi escolhida porque é o dia de Santa Ágata que é a padroeira dos mastologistas e santa protetora das mamas.

Há uma Lei Federal 11664/2008 que garante o direito de toda mulher acima de 40 anos em realizar mamografia anual gratuita pelo SUS.

O Brasil tem mais de 3000 mamógrafos (1500 estão no SUS), porém, somente 20% das mulheres fazem mamografia anual.  As questões que tentam justificar esse número baixo de mulheres que realizam o exame, é a dificuldade do acesso, pouco esclarecimento da necessidade da realização do exame, e às vezes é o medo da dor e temor de encontrar algum indício de câncer.

A  SBM (Sociedade Brasileira de Mastologia)  recomenda fazer mamografia anual após os 40 anos de idade.  Mas se a mulher estiver dentro do grupo de alto risco ela deve começar aos 35 anos de idade esse rastreamento.

Segundo dados do INCA (Instituto Nacional do Câncer), estima-se  59.700 casos novos de câncer de mama em 2018.  É o câncer mais comum entre as mulheres no mundo e no Brasil (depois do câncer de pele não melanoma), respondendo por cerca de 28% dos casos novos a cada ano. O câncer de mama também acomete homens, porém é raro, representando apenas 1% do total de casos da doença.

Relativamente raro antes dos 35 anos, acima desta idade sua incidência aumenta progressivamente especialmente após os 50 anos.
O grupo de risco está relacionado a história familiar de Ca de mama ou ovário (com idade menor que 50 anos), fator genético (mutação Gene BRCA 1 e 2), menarca precoce, menopausa tardia, primigesta idosa (primeiro filho depois dos 30 anos de idade).

As mulheres devem estar em alerta: realizar o autoexame mensalmente consultar com ginecologista anualmente e fazer a mamografia anual.

E se sentir qualquer sinal diferente como qualquer retração ou saliência na pele, qualquer retração do mamilo, nodulação na mama, saída de secreção pelo mamilo (fora do período da lactação), endurecimento da mama ou da axila, deve procurar o médico especialista para avaliação e investigação através de exames radiológicos como a mamografia convencional ou mamografia 3D (Tomossíntese), para se chegar a um diagnóstico preciso.


RITAMARIS DE ARRUDA RÉGIS Médica Drª. Radiologista especialista em diagnóstico mamário
 

Comente, sua opinião é Importante!

Uninter - Banner JPG