EM DEFESA DA SOCIEDADE

TCE Fevereiro

Fundos internacionais financiam líderes do 'Vem pra Rua' para saírem candidatos

Rogério Cherquer é um dos líderes do movimento de direita que será candidato à Câmara dos Deputados.

Brasil

Redação 1112 acessos 6

Fundos internacionais financiam líderes do 'Vem pra Rua' para saírem candidatos
MUVUCA POPULAR

Líder do movimento Vem Pra Rua, Rogério Chequer, vai se desligar do grupo para se candidatar uma vaga na Câmara pelo Partido Novo. (Painel, folha de São Paulo hoje).

Duas vezes batom na cueca. Mais um que usa o discurso anti-políticos para se tornar um deles. Porque se desligar de um movimento que o projetou e não há há necessidade de desincompatibilizar?

Começa já negando. Quer mostrar que não fez e não quer fazer uso da projeção que ganhou com o movimento, não é oportunista. E esses são piores, sempre.

Quem é Rogério Chequer? Quem financia essa direita?

O jornalista independente Fernando Brito revelou as ligações do líder do Movimento Vem Pra Rua, Rogério Chequer, com uma empresa de gestão de fundos de investimentos chamada Altas Capital Manegement, em que atua diretamente como sócio de David Chon e Harry Kretsky. Brito também apontou que uma das movimentações da empresa provém da Discovery Atlas Fund, com US$115 milhões em ações.

De acordo com o site Conversa Afiada, Rogério Chequer é um dos sócios de Robert Citrone, um dos bilionários da revista Forbes que possui uma riqueza superior a US$1 bilhão.

Numa pesquisa apresentada pelo G1, Rogério Chequer critica os demais grupos que participaram do impeachment dizendo que promovem ’’fogo amigo’’ contra o PSDB. Na época, ele afirmou que o bloco de oposição tinha que estar unido. Chequer que diz não tirar foto com políticos, aparece em inúmeras fotos com políticos importantes do PSDB, como Aécio Neves. O site GGN por sua vez, fez uma entrevista com uma ex-filiada do PSDB chamada Daniela Schwery, onde esta afirma que o impeachment foi financiado por Aécio Neves e Ronaldo Caiado para salvar Fernando Henrique Cardoso através das eleições indiretas.

Curiosamente, Chequer cedeu uma entrevista para a Veja, em que afirma que sairia na rua contra o Temer se for preciso. Nessa sua entrevista, ele afirma que o governo fez coisas positivas como os ataques contra os trabalhadores e demais setores populares da sociedade que estão em curso, mas ao mesmo tempo ele reclama que o presidente utiliza da prática do fisiologismo e é cauteloso em torno da reforma trabalhista. No jogo de ’’pingue - pongue’’ entre o jornalista da Veja e Chequer, o jornalista afirma que a ’’máquina pública não enxugou o suficiente’’.

Além disso, o direitista Olavo de Carvalho, durante o período das manifestações pelo impeachment, fez críticas a Rogério Chequer. O motivo dele chamar o líder do Movimento Vem Pra Rua de "Chequer sem fundo" e "Talão de Chequer" foi porque o Movimento Vem Pra Rua não tinha aderido a pauta pelo impeachment. Depois de uma conversa ’’entre amigos’’, a postura de Rogério perante o impeachment mudou.

Conforme conta o site Diário do Centro do Mundo, Chequer foi a estrela da reunião do fórum do Lide, Grupo de Líderes Empresariais de João Dória e lá pôde estar no lado de Eduardo Cunha e Fernando Henrique Cardoso. Em seu discurso, cobrou dos empresários que manifestem o seu descontentamento e criticou o Congresso não ter aberto uma CPI do BNDES.

Para parte importante do empresariado e tucanato brasileiro Temer não está fazendo o suficiente para atacar os trabalhadores, nem tão rápido, nem tão profundo como gostariam. Ao mesmo tempo em que dão uma chance para Temer poder atacar os trabalhadores, estão prontos para caso o atual presidente falhe na sua missão em implementar tais medidas impopulares tenham uma alternativa mais eficiente para tal.

A ânsia para ver os trabalhadores e demais setores populares da sociedade serem atacadas é tanta que se discute até a volta do Fernando Henrique Cardoso por meio de eleição indireta. Um verdadeiro golpe dentro golpe. O Movimento Vem Pra Rua só pode ter interesses em fortalecer a Lava Jato no sentido de atacar mais os trabalhadores, propondo saídas mais radicalmente a direita e neoliberais para a crise e quem sabe buscando fortalecer o PSDB. Lembrando que a ala alckminista tucana se fortaleceu nas eleições municipais e agora ocupam prefeituras importantes como de São Paulo capital, que foi ganha pelo mega empresário João Dória.

Mas as manifestações que ocorreram em defesa da Lava Jato, nem de longe podem representar uma saída contra os escândalos em meio a crise. Tanto que fracassara, Em Cuiabá por exemplo, reuniu menos de meia dúzia de pessoas.

É preciso lutar por uma saída nossa, dos trabalhadores, jovens, mulheres contra os distintos setores da elite, incluindo a deste tipo mais empresarial que querem nossa sangue em troca de seu lucro. Especialmente elegendo pessoas comprometidas com as causas do funcionalismo e toda classe trabalhadora no próximo ano.

O que dizem sobre isso?

  1. HAHAHAHAHAA HAHAHAHAHA .Como pode um ser humano ser tão imbecil? Leio os comentários de otários criticando os outros pela sua crença politica... Oras acéfalos , não é pq um errou depois que o outro criminoso não deva pagar tbm, PT e demais partidos tudo sujo falando do mal lavado... Quer dizer que na ignorância do animal ele acredita que o PT não foi tão culpado pelos outros pela crise? Crise moral, ética, financeira, jurídica , de saúde , de educação entre tantas ... Ptistas e demais partidos e partidários vcs foram corruptos e isso gera todo mal que a sociedade sofre . tal crise?

  2. Só para lembrar que o PMDB de Emanuel Pinheiro, aquele do "terno de 1 milhão", que passou o rodo no PT, mas só para lembrarem mesmo.

  3. Vem pra rua não passou de uma manobra política encima desses imbecis pobres de direita que entra pela porta do lado da casa da elite brasileira. Depois da Presidente deposta Dilma, o Brasil enfrenta a maior crise politica política econômica e social e nenhum desses ignorantes apareceram na rua.

  4. O movimento vem pra rua surgiu na verdade em um momento oportuno na vida política brasileira. Desde o mensalão do PT haviam movimentos que tinham como objetivo extinguir o PT da política. Quando veio o ano de 2013 surgiu aqueles jovens do movimento passe livre reivindicando correções nas planilhas de custo nas passagens de ônibus urbano. Organizaram e levaram milhares de pessoas às ruas de todo país, hoje não se fala mais nisso e nem sei por onde que anda aqueles jovens. Assim, aproveitando a crista da onda e vendo uma ótima oportunidade surgiram os movimentos de direita, mas o propósito deles não era passe livre e sim, tirar o PT do poder. Vestindo o manto contra a corrupção conseguiram sintetizar no PT o grande causador de toda "corrupção jamais vista em toda história do Brasil", mas esses novos movimentos tiveram êxito porque encontraram poderosos aliados, dentre estes a grande mídia que insulflava as passeatas, além das redes sociais. Vi gente que nunca se preocupou com política tirando selfies enroladas na bandeira do Brasil e postando no Facebook. Pronto! O efeito manada estava construído, tirar o PT do poder era uma questão de tempo. Mas por acharem que tudo estava definido, vieram as eleições de 2014, e o candidato dos movimentos de direita, dissimulado e fanfarrão, entrou de salto alto achando que já estava liquidada a fatura. Ledo engano! O menino mimado foi derrotado. O que se viu em seguida foram as diversas frases preconceituosas do tipo: "O povo nordestino ignorante foi quem elegeu Dilma e o PT", frase esta supostamente dita pela "estrela intelectual" FHC. Creio que ele sabe que sabedoria se aprende não se compra, mas ele estava falando para a galera dele, para aqueles que se acham. Depois das eleições, não restou outra saída, o golpe. Derrubaram a Dilma, mas o PT e Lula continuam, agora todos os canhões estão apontados para o petista. Condenado em primeira instância em um processo polêmico, Lula trava uma guerra jurídica nos tribunais de Curitiba. Mesmo sendo exposto diuturnamente nos meios de comunicação, Lula segue liderando as pesquisas de opinião para as eleições presidências de 2018 e o que se vê é uma corrida para tentar barra-lo. Será que a direita vai continuar insistindo no erro de subestimar a sabedoria do povo? Ou encontrará outra saída para impedir Lula e o PT de voltar ao poder?. Dizem que o que não se consegue ver à noite, a luz do dia clareia. Conforme a luz do dia avança é que conseguimos enxergar certas coisas.

  5. Milhões de imbecis literalmente vestidos de verde e amarelo foram para as ruas achando que estavam fazendo um bem para o país. Tolos ignorantes....

  6. Estão em todo o estado. aqui em MT quem comanda é o junior vitamina

Comente, sua opinião é Importante!

Pontuando rodapé