EM DEFESA DA SOCIEDADE

Conciliação prefeitura

Depois de discursar para a multidão, Lula se apresentará à Polícia Federal neste sábado

Apoiadores do petista prometem resistência a virgília em frente à sede da PF em Curitiba

Brasil

Redação 560 acessos

Depois de discursar para a multidão, Lula se apresentará à Polícia Federal neste sábado

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse que não perdoa o juiz Sérgio Moro, mas que se apresentará à Polícia Federal em Curitiba, neste sábado. Sua fala ocorreu agora pouco em pronunciamento em frente ao Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo do Campo (SP), durante a missa em homenagem à ex-primeira-dama Marisa Letícia.

Em seu discurso, Lula disse que não perdoa Moro por ter "passado para a sociedade a ideia de que eu sou um ladrão". "Nenhum deles [Moro e Ministério Público] têm coragem ou dorme com a consciência tranquila, da honestidade, da inocência, que eu durmo", declarou.

"Vou atender o mandado de prisão deles. Vou atender porque eu quero fazer a transferência de responsabilidade. Eles acham que tudo o que acontece nesse país acontece por minha causa”, emendou o ex-presidente.

O juiz Sergio Moro decretou a prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e determinou que ele se apresentasse à Polícia Federal em Curitiba até as 17h de sexta (6).

Segundo a assessoria de imprensa da 13ª Vara Federal do Paraná, o ex-presidente Lula não pode ser considerado foragido e também não terá descumprido ordem judicial ao não se apresentar conforme o proposto por Moro.

Lula foi condenado por Moro no caso do tríplex de Guarujá em julho de 2017. Em janeiro, os juízes do TRF-4 confirmaram a condenação e votaram por aumentar a pena do petista para 12 anos e um mês de prisão. (Com informações site UOL)

Comente, sua opinião é Importante!

Pontuando rodapé