Coluna Popular

12/06/2016 08:05:25

Água mineral

A secretaria de Segurança Pública celebrou contrato com as empresas Comercial Luar e Gasolini Comércio, para fornecimento de água mineral para os policiais militares. Pelos contratos 036/2016 e 037/2016 o governo vai desembolsar respectivamente R$ 88,5 mil e R$ 165,3 mil, totalizando R$ 254 mil reais, o suficiente para adquirir 26 mil garrafões d’água de 20 litros, algo como uma piscina semi-olímpica cheia. Em tempos de incêndio em ônibus, nada mais sugestivo.


11/06/2016 18:35:10 1

Salve Geral Cuiabano

O salve de ontem (10) não foi decretado por nenhuma cúpula do crime organizado, foi em represália ao corte de visitas nos presídios e outros direitos, como banho de sol. Ou seja, a culpa recai em Pedro Taques


10/06/2016 17:36:51

Governo X Contabilistas II

A falta de educação, no mínimo, afastou o lado parceiro da classe de contabilista com o estado, que são os mais necessários ao governo para fazer valer o decreto 380/2015.


10/06/2016 11:37:42 1

Taques e o preço do feijão

Pedro Taques (PSDB) canhando 11, 28% de recomposição salarial ao seu funcionalismo, e seus familiares, e o preço do feijão chegando a 100% durante sua desastrosa gestão. Isso porque Silval Barbosa deixou salários em dia e o preço do feijão a R$ 4,00. Hoje chega a R$12,00.


09/06/2016 20:46:31

Primeiramente... Volta Dilma

A famosa amizade entre Taques e Temer é apenas uma "amizade platônica". Taques se diz amigo de Temer, que prefere Carlos Bezerra. O governador voltou ao Palácio Paiaguás com a "promessa presidencial" de que haveria ajuda para Mato Grosso. Mas isso será difícil. Temer conta com pouco mais de 10% de apoio popular, e há o suspense da PF rondando seu gabinete.


09/06/2016 19:39:20

Pirraça

A Gazeta deu o furo: Paulo Taques e Eduardo Chiletto fora do governo Taques. Pirracento, Taques vai manter os dois secretários pra mostrar que somente ele e seu colega Deus são as únicas fontes no governo.


09/06/2016 19:12:40 4

Governo X Contabilistas

Deu pau a parceria do governo Taques com o Conselho Regional de Contabilidade (CRC). Isso porque a presidente Silvia Cavalcante vem comendo o pão que Brustolin amassou desde 2015. Mas não deu. A Sefaz comunicou na quarta (08) que vai responsabilizar contabilista por sonegação fiscal. O secretário Brustolin escorregou, e feio.


08/06/2016 13:01:29 1

A culpa não é minha

O governador Taques parece perdido. Está perdido. A dureza das suas decisões, todas descendo o porrete contra seus funcionários públicos mostra isso. A indecisão e o medo sempre levam à covardia. Até o momento ainda não mandou a PM descer o braço, e isso é questão de tempo. O PSDB confunde pulso firme com brutalidade. Pulso firme (ou mão amiga) é saber o que fazer e estar pronto para quando fazer. Esse não é o caso de Taques.


08/06/2016 12:57:58 1

Compliance

A palavra que a secretaria de Transparência e combate à Corrupção (GTCC), Adriana Vandoni, quer carimbar em Mato Grosso,compliance, está igual a série do jornalista mineiro-cuiabano Onofre Ribeiro: Palavras que o tempo comeu. Compliance é a ação para "adequar-se", e surgiu nos EUA (onde mais os tucanos se inspiram?), e na prática permitiu ao FDA (controle de alimentos e medicamentos) manter a saúde pública a salvo de negócios como ingestão de vermes para emagrecimento de damas ou injeção de testículos de bodes para aumentar a potência dos cavalheiros. A cultura da padronização de lá ajudou na adequação às regras.


08/06/2016 12:46:08

Ex-galo de briga

O que teria acontecido ao "Galinho" Wilson Santos. Nunca antes em sua história de brigador foi tão seduzido pelo governante quanto por Pedro Taques. Isso porque nosso governador não é nenhum Aécio Neves, o galã da Alterosas. Nem mesmo Blairo Maggi, cujos grãos, de soja, seduziram à muitos. Falando nisso, Wilson Santos, líder de Taques na Assembleia, quer taxar a soja, o que contraria o agronegócio, e quer dar calote salarial no RGA, o que contraria o funcionalismo


08/06/2016 12:32:45 1

Ausência sentida

Pedro Taques (PSDB) se reuniu com Michel Temer (PMDB) na quarta (01) para pedir o de sempre: dinheiro. O governador bem que tentou mostrar força ao levar quase toda a bancada federal para o encontro. Não deu. Michel Temer só perguntou pela ausência de um deputado: Carlos Bezerra (PMDB). Mesmo espalhando pelo mundo, e páginas da história, que foi o primeiro a assumir o "Golpe de 2016", Pedro Taques conseguiu de Temer um passa-moleque. Temer disse que iria pensar.