EM DEFESA DA SOCIEDADE

Assembleia março LEI

TAQUES E O SISTEMA PRISIONAL DE MT

Governador comemora 'paz' nos presídios de Mato Grosso mas deverá enfrentar revolta dos servidores

Coluna Popular

Redação 854 acessos 1



Após um ano sentado em cima do pedido do sistema prisional para comprar equipamentos de revista pessoal (raquetes, banquetas e raios-x) finalmente o governador Taques (PSDB) resolveu agir e os solicitou ao governo federal.

Falando em sistema prisional de Mato Grosso mereceria mais atenção do Palácio Paiaguás, por manter a massa carcerária tranqüila (na verdade, Taques não aguentaria um motim parecido ao de Manaus). 

O sistema prisional de MT é gerido por servidores públicos dedicados, mas que amargam o chicote de Taques desde maio de 2015, o presidente do sindicato, João Batista, tem mostrado isso.

Taques, no entanto, vem tentando capitalizar em cima do bom trabalho do pessoal. Nesta sábado, por exemplo, ainda dando expediente via whatsapp - já que ninguém viu o governador por aqui - a assessoria do Paiaguás fez publicar na mídia uma nota dando ares da graça. Veja o que foi escrito:

Mato Grosso  Apesar de Mato Grosso não ter registrado rebeliões nos últimos dias, como Amazonas e Roraima, o governador Pedro Taques conversou por telefone neste sábado (7) com o ministro da Justiça para pedir auxílio da União na área de segurança, relatou a assessoria do ministério.  Ex-procurador da República, Taques solicitou a Alexandre de Moraes, segundo a assessoria da pasta, o envio de equipamentos de segurança para instalar em presídios mato-grossensenses.  O Ministério da Justiça não detalhou quais foram os dispositivos solicitados pelo governador de Mato Grosso.  "Em conversa telefônica na tarde deste sábado, 7 de janeiro, com o governador Pedro Taques, do Mato Grosso, o ministro da Justiça autorizou o envio de equipamentos solicitados", informou a assessoria da pasta.

Nota-se que a assessoria de Taques está trabalhando muito para mudar o conceito dessa gestão. Mas os mesmos servidores do sistema prisional estarão mobilizados para deflagrar uma greve, pelo bom e velho RGA, e condições melhores de trabalho.

O que dizem sobre isso?

  1. Até a presente data (09/01), ninguém foi EXPULSO da PM-MT pela morte do Soldado Abinoão Oliveira, que ocorreu em aula prática do Curso de Tripulante Oprracional em 2010. A Juíza Selma Arruda precisa julgar esse pessoal, a sociedade quer uma resposta do Estado! Chega de Impunidade!

Comente, sua opinião é Importante!

Uninter - Banner JPG