EM DEFESA DA SOCIEDADE

Cuiabá humanizada 2 banner

Veja todos os esquemas denunciados na delação de Silval Barbosa

Anexos obtidos com exclusividade pelo MPopular mostra as provas que Silval Barbosa, Roseli Barbosa, Sílvio Correa, Rodrigo Barbosa e Antônio Barbosa devem apresentar à justiça

Denuncia

Redação 3580 acessos 3

Veja todos os esquemas denunciados na delação de Silval Barbosa
MUVUCA POPULAR

Alguns dos anexos encontrados na delação do ex-governador Silval Barbosa revelam tudo que ele sabia, disse e ainda vai dizer sobre o esquema de corrupção em Mato Grosso. Não sobra praticamente ninguém, já que ele envolveu empresários de comunicação, deputados, ministro, empreiteiras, bancos, e até o atual governador de Mato Grosso, Pedro Taques, que teria pedido R$ 20 milhões durante a campanha.

O documento com centenas de páginas está devidamente homologado na Procuradoria Geral da República, e o detalhe é que de acordo com a Cláusula 8" - Cada Anexo deste acordo, assinado pelas partes, diz respeito a um fato típico, ou a um grupo de fatos típicos, em relação ao qual o COLABORADOR prestará seu depoimento pessoal, bem como fornecerá provas em seu poder e indicará diligências que possam ser realizadas para a sua apuração. 

Por diligências, entenda-se um tsunami de prisões nos próximos dias. Confira alguns dos anexos que representam 56 eventos criminosos delatados por Silval:

 

ANEXO I (TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO)

NOMEAÇÃO DE QUATRO CONSELHEIROS DO TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DO MATO GROSSO QUE RECEBIAM VALORES PARA NÃO CRIAR OBSTÁCULOS AO GOVERNO DO ESTADO NA EXECUÇÃO DE SUAS OBRAS;

- VALORES ENVOLVIDOS: APROXIMADAMENTE 120 MILHÕES DE REAIS;

- SERÃO APRESENTADOS DOCUMENTOS COMPROBATÓRIOS DOS PAGAMENTOS, CAMINHO DO DINHEIRO E EMPRESAS ENVOLVIDAS

 

ANEXO 11 (BANCOS - GOVERNO BLAIRO)

- VÁRIAS EMPRESAS QUE INICIARAM OBRAS NO ESTADO DE MATO GROSSO DURANTE O GOVERNO DE BLAIRO MAGI, HOJE MINISTRO DA AGRICULTURA SEM AS DEVIDAS

FORMALIZAÇÕES CONTRATUAIS E PROCEDIMENTOS L1CITATORIOS;

- ENVOLVIMENTO DE BANCOS QUE FAZIAM CADASTROS SIMULADOS DE CREDORES PARA LIBERAR OS VALORES EM FAVOR DE EMPRESAS;

- SIMULAÇÃO DE VENDA DE CRÉDITO TRIBUTÁRIO PARA COBRIR ILEGALMENTE DESPESAS HERDADAS DO GOVERNO • BLAIRO MAGI;

- VALORES ENVOLVIDOS: APROXIMADAMENTE 60 MILHÕES;

• - SERÃO APRESENTADOS DOCUMENTOS COMPROBATÓRIOS DO RASTRO DO DINHEIRO, DA VENDA ILEGAL DOS CRÉDITOS, BEM COMO A RELAÇÃO DE EMPRESAS ENVOLVIDAS E

BENEFICIADAS E TESTEMUNHA QUE OPERACIONALIZOU AS OPERAÇÕES;

 

ANEXO 111 (PAGAMENTOS ILEGAIS A EMPRESAS POR MEIO DE PRECATÓRIOS

- ARRECADAÇÃO DE RECURSOS ILEGAIS PARA PAGAMENTO DE DíVIDAS CONTRAIDAS MEDIANTE FRAUDE NA EXPEDiÇÃO DE PRECATÓRIOS;

- VALORES ENVOLVIDOS: APROXIMADAMENTE 92 MILHÕES;

- SERÃO APRESENTADOS DOCUMENTOS COMPROBATÓRIOS DA FRAUDE, TESTEMUNHA QUE AJUDAVA NA OPERACIONALlZAÇÃO DA OPERAÇÃO;

• - ENVOLVE PREFEITO MUNICIPAL NO EXERCíCIO DE MANDATO E EMPRESAS NA AREA DE CONSTRUÇÃO CIVIL E MINISTRO DE ESTADO EM EXERCíCIO;

 

ANEXO IV (TRANSPORTADORAS)

- VALORES ENVOLVIDOS: 60 MILHÕES;

- EMPRESAS ASSUMIRAM DíVIDAS DO GOVERNO ANTERIOR, • DE BLAIRO MAGI, EM TROCA DE BENEFíCIOS ILEGAIS;

- SERÃO APRESENTADOS DCUMENTOS COMPROBATÓRIOS DA • OPERAÇÕES QUE GARANTIRAM A OBTENÇÃO DE VALORES,

BEM COMO A LISTA DE EMPRESAS ENVOLVIDAS;

- PAGAMENTO ILEGAL DE DIVIDAS CONTRAIDAS JUNTO A FACTORING ATRAVÉS DE BENEFíCIOS TRIBUTÁRIOS CONCEDIDO

 

ANEXO IV (ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA DE MATO GROSSO)

- MENSALlNHO NA ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA DO ESTADO DO MATO GROSSO DURANTE ANOS;

- CHANTAGENS DOS DEPUTADOS ESTADUAIS PARA AUMENTO DE VERBAS DESTINADAS A ELES, OS PARLAMENTARES;

- ENVOLVIMENTO DE DIVERSOS DEPUTADOS ESTADUAIS, SENDO QUE HOJE ALGUNS SÃO DEPUTADOS FEDERAIS;

- SERÃO APRESENTADOS OS CAMINHOS DO DINHEIRO, TESTEMUNHA QUE AJUDOU NA OPERAÇÃO E VíDEOS DE ALGUNS DOS DEPUTADOS RECEBENDO VALORES INDEVIDA E

ILEGALMENTE;

- VALORES ENVOLVIDOS: DE 250 A 650 MIL REAIS POR DEPUTADO

 

ANEXO V (ANDRADE GUTIERREZ) 23

- FRAUDE NO RECEBIMENTO DE VALORES OBJETO DE PRECATÓRIOS E PAGAMENTOS DE CONTAS DOS GOVERNOS BLAIRO MAGI E SILVAL, POR MEIO DE ESQUEMA ILEGAL MONTADO ESPECIALMENTE PARA ISSO;

- VALORES ENVOLVIDOS: APROXIMADAMENTE 300 MILHÕES DE REAIS;

- SERÁ FORNECIDO TODO O CAMINHO DO DINHEIRO POR MEIO DE DOCUMENTOS COMPROBATÓRIOS; INDICAÇÃO DETALHADA DA RELAÇÃO DA FACTORING BENEFICIADA E

PESSOAS ENVOLVIDAS, DETRE ELAS DETENTORAS DE • PERROGATIVA DE FORO NO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL.

 

ANEXO VI (COMPRA ILEGAL DE TERRAS)

COMPRA DE UMA FAZENDA NO VALOR DE APROXIMADAMENTE 18 (DEZOITO MILHÕES DE REAIS) COM RECURSOS OBTIDOS ILEGALMENTE JUNTO A TERCEIROS;

- FAZENDA ADQUIRIDA E MANTIDA EM NOME DE LARANJAS;

- SERÁ APRESENTADA A FORMA COMO FOI COMPRADA A FAZENDA BEM COMO OS NOMES DOS ENVOLVIDOS;

 

ANEXO VII (COMPRA DE VAGA NO TRIBUNAL DE CONTAS DE MA TO GROSSO)

- UMA VAGA DE CONSELHEIRO DO TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DO MATO GROSSO COMPRADA POR APROXIMADAMENTE 12 MILHÕES DE REAIS);

- SERÃO APRESENTADOS DOCUMENTOS COMPROBATÓRIOS DA OPERAÇÃO;

- ENVOLVIMENTO DE AUTORIDADES COM PERROGATIVA DE FORO NO SUPERIOR TRIBUNAL DE JUSTiÇA e SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL

 

ANEXO IX (EMPRÉSTIMO ILEGAL DE CAMPANHA ELEITORAL)

- 6,8 MILHÕES DE REAIS PARA CAMPANHA MAJORITARIA;

DECLINAÇÃO DE NOMES DE AUTORIDADES COM PRERROGATIVA DE FORO NO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL, EM RELAÇÃO A AUTORIZAÇÃO FRAUDULENTA DE EMPRÉSTIMO JUNTO A EMPRESA DE FACTORING .

 

ANEXO 10 (PROMISSÓRIAS EMITIDAS ILíCITAMENTE) 27

- PROMISSÓRIAS NO VALOR DE 700 MIL E 4 MILHÕES ENCONTRADAS NA OPERAÇÃO ARARATH E SUAS IMPLICAÇÕES;

- EXPLICAR AS 15 PROMISSÓRIAS NO VALOR DE DOIS MILHÕES DE REAIS ENCONTRADAS NA OPERAÇÃO ARARATH E SUA IMPLICAÇÕES ILÍCITAS .

 

ANEXO XI (DESAPROPRIAÇÕES FRAUDULENTAS) 28

- DESAPROPRIAÇÕES ESTATAIS REALIZADAS IlÍCITAMENTE PARA PAGAMENTO ILEGAL EM FAVOR DE AUTORIDADES COM PRERROGATIVA DE FORO, QUE EXTORQUIAM O GOVERNO

ESTADUAL;

- REVELAÇÃO DA FORMA COMO FORAM PROCEDIDOS PAGAMENTOS EM FAVOR DAS AUTORIDADES IMPLICADAS;

- VALORES ENVOLVIDOS: APROXIMADAMENTE SETENTA MILHÕES DE REAIS;

 

ANEXO XII (PRECATÓRIO FRAUDULENTO DE BANCO HOJE EXTINTO) 29

_ MAIS DE QUARENTA MILHÕES DE REAIS DESVIADOS POR MEIO DE FRAUDES EM PRECATÓRIOS;

- SERÃO DECLINADOS NOMES DA INSTITUiÇÃO FINANCEIRA, DE EMPRESAS E PESSOAS ENVOLVIDAS, INCLUSIVE PARLAMENTARES NO EXERCíCIO DE MANDATOS .

O que dizem sobre isso?

  1. Tem mais gente! Guilherme de Matos Miller é grileiro de terra, tá grilando uma terra aí na Rua Barão de Melgaço usufruindo do Poder de secretário e agindo como grileiro.

  2. E a torre da assembleia? Sera quanto, ali teve dinheiro. Nunca vi torre tao grande.

  3. É lamentável tanto dinheiro público sendo desviado e destinado a encher barriga de corruptos, espero que os verdadeiros responsáveis possam ser criminalizados pelos seus atos. E pensar que o tal Maggi arrancou tantos elogios do povo mato-grossense pelo enorme "crescimento econômico de Mato Grosso" durante sua Gestão, só aparência, o podridão está se manifestando; é nada melhor de que um dia após o outro para conhecermos de fato os atores políticos deste nosso país e Estado. Espero vê-los presos, monte de sanguessugas.

Comente, sua opinião é Importante!

Uninter - Banner JPG