EM DEFESA DA SOCIEDADE

AL ago mais 2 com link

Taques confessa que se reuniu com Silval mas nega que tenha pedido R$ 20 milhões

O ex-governador diz que Taques teria pedido R$ 20 milhões neste dia, para não 'olhar pelo retrovisor'

Denuncia

Redação 856 acessos 5

Taques confessa que se reuniu com Silval mas nega que tenha pedido R$ 20 milhões

O governador Pedro Taques (PSDB) confirmou que esteve reunido com Silval Barbosa (PMDB) na época da campanha eleitoral de 2014. O ex-governador diz que Taques teria pedido R$ 20 milhões neste dia, para não 'olhar pelo retrovisor', Taques diz que houve a reunião mas não pediu dinheiro.

O prefeito Mauro Mendes teria intermediado a reunião, onde teria havido o pedido de propina. O governador Pedro Taques diz que não vê problema em se reunir com o governador na época da eleição. "Quando nós íamos subindo nas pesquisas o Silval nos convidou para conversar. O Mauro intermediou, mas eu nunca pedi um centavo se quer para ele", disse o tucano.

Na delação do ex-governador, ele afirma que houve uma reunião em que Mauro Mendes (PSB) falava no nome de Pedro Taques ao governo do Estado. De acordo com ele, o socialista pediu auxílio financeiro para a campanha do tucano no valor de R$ 20 milhões, sendo que em contrapartida, vencendo as eleições, Pedro Taques não iria vasculhar as contas das gestões anteriores.

O repasse não foi efetuado, mas a promessa de não investir de forma maciça na campanha de Lúdio Cabral foi cumprida. Mauro Mendes disse em entrevista a Rádio Capital na manhã desta quarta-feira (30) que não pediu auxilio financeiro e nem fez trato com o ex-governador.

“O ex- governador cometeu muitos crimes e ele fazer delação agora não o torna um mocinho. No meu caso especificamente, ele cita que fiz uma solicitação de ajuda para campanha. Mas o que eu tenho a dizer é que nunca fui o coordenador financeiro da campanha do Pedro, mas se teve reunião eu posso dizer que foi bem antes da campanha eleitoral. Falamos de cenário político, possibilidades, possível candidatura de Taques, sobre Mato Grosso. Foi uma conversa de 1h, sem pedidos”, disse o ex-prefeito de Cuiabá.

 

O que dizem sobre isso?

  1. Infeliz mente ninguém será preso condenado, etc. Judiciário é imoral, legislativo uma fossa negra. Os políticos só terão medo do povo qdo este começa a matar esses ladrões, eu não tenho coragem. Minha é o voto.

  2. Toda verdade vem a tona. Demorou um poquinho mas chegou José.

  3. Há alguns anos, Bill Clinton, acusado de ter fumado maconha, disse: "Fumei, mas não traguei". Muito parecido com o nosso governador. Primeiro nega veementemente. Depois, os indícios vão ficando mais fortes e não dá mais para negar que não esteve com Silval; aí a estratégia é dizer que se reuniu, mas não cometeu qualquer ilícito. É a mesma coisa do "fumei, mas não traguei". Daqui a pouco pode ocorrer mais indícios, mais provas e aí, qual será a estratégia?

  4. Antes disse que nunca estiveram juntos. Eram inimigos políticos e agora fala que estavam conversando de política de coisas da política de mais o que governador. Tava tratando era mesmo de acerto ou seja propina

  5. Agora conta a do papagaio, que essa aí já rendeu risadas aqui em casa

Comente, sua opinião é Importante!

Uninter - Banner JPG