EM DEFESA DA SOCIEDADE

AL ago mais 2 com link

Sem notificação de Brasília, candidato cassado continua na disputa da eleição do CREA

Quatro candidatos disputam a eleição e dois estão sob liminar

Denuncia

Redação 452 acessos 2

Sem notificação de Brasília, candidato cassado continua na disputa da eleição do CREA
Elloise Guedes

Após suspensão pela justiça do registro de candidatura do engenheiro, Juares Silvera Samaniego, que concorre a vaga de presidente do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Mato Grosso (CREA-MT), o Conselho Eleitoral Federal (CEF) em Brasília foi informado sobre as irregularidades das eleições, mas até o momento não enviou a notificação, para a coordenadoria do Conselho Eleitoral Regional (CER), em Mato Grosso.

Um dos membros da coordenadoria do CER, Joaquim Paiva, explicou ao Mpopular que todas irregularidades da eleição do CREA, foram repassadas ao CEF em Brasília, para que as decisões cabíveis sejam tomadas. “Nós do CER não podemos tomar decisões e nem afirmar nada sem saber a resposta do CEF em Brasília, aqui somos apenas subordinados, eles são quem decide, quem realmente vai poder concorrer,” disse.

Sem a notificação de Brasília, o candidato cassado permanece na disputa das eleições, até mesmo apresentando as propostas no portal do CREA-MT. No site da instituição, existe uma forma de rodizio para que os candidatos possam publicar as propostas, para a direção do conselho. A propaganda é dividida por dia, todos os candidatos têm a oportunidade de fazer campanha no site.

Ao todo, quatro candidatos concorrem a eleição do CREA, são eles: o engenheiro “cassado” Juares Samaniego, o engenheiro agrônomo João Valente, o geólogo Gerson (Birigui), e a engenheira agrônoma Kateri Felsky, que também disputa a vaga sob liminar.  A eleição está marcada para o próximo dia 15, quem vencer está eleição ocupará a vaga do engenheiro eletricista, Marcos Vinícius Santiago Silva.

 

Acompanhe as matérias sobre a eleição do CREA:

-Eleições do Crea acontece de forma ilegal, denuncia categoria

 

-Após denúncia do MPopular justiça suspende candidatura de Juarez para presidente do CREA

 

-Juares entra com agravo e se garante na disputa da presidência do CREA

 

-Candidata que disputa eleições no CREA por meio de liminar diz que não irá polemizar

 

-Liminares marcam a eleição do CREA em MT que conta com quatro candidatos

 

-Birigui comunica TRF ilegalidade de Juares que tem registro novamente suspenso

O que dizem sobre isso?

  1. Para ganhar do Crea MT no quisito marmelada só o concresso federal. Casa de horrores .

  2. É estranho o coordenador da comissão não saber quais são as suas competências. No artigo 24 da 1021, cabe a CER atuar como órgão regional decisório, deliberativo, disciplinador, coordenador, consultivo e fiscalizar do processo eleitoral.... Assegurando a legitimidade e a moralidade do processo eleitoral.

Comente, sua opinião é Importante!

Uninter - Banner JPG