EM DEFESA DA SOCIEDADE

Fechamento de posto fiscal no Araguaia expõe lentidão e desleixo do governo

O governador pode não saber desses detalhes, mas seu secretário Paulo Brustolin sabe

Economia

José Marcondes Muvuca 1064 acessos 2

Fechamento de posto fiscal no Araguaia expõe lentidão e desleixo do governo

O posto fiscal de Barra do Garças foi interditado nesta sexta-feira (10). O motivo foi anunciado pelo Corpo de Bombeiros ainda em abril de 2015 - há mais de um ano, e ignorado pelo governador Pedro Taques desde então. O posto fiscal simplesmente não tem condições de operar. Isso porque o antigo posto, no Pontal do Araguaia, entre as duas pontes, foi expulso pelos moradores de Barra do Garças/ MT, Pontal do Araguaia/MT, e Aragarças/GO. Eles não aguentavam a bagunça.

Na prática os moradores colocaram o governo para correr do Pontal e o posto acabou em Piracema, as margens da BR-070. A nova instalação do posto da Fazenda (Sefaz) continua ruim para os moradores locais. O governador prometeu que construiria uma unidade em Barra do Garças ainda no primeiro semestre de 2016. O prazo acabou, e nada do novo posto fiscal. E pior, o que foi interditado é uma vergonha para os servidores públicos. Eles não podem nem mesmo usar banheiros, pois não há privadas.

O governador pode não saber desses detalhes, mas seu secretário Paulo Brustolin sabe. Aliás, muito dos desgastes do governador são debitados na conta do seu staff. Pedro Taques escolheu muito mal seus auxiliares. Poucos dos seus homens tiram o pé do chão, e ficam apenas se engalfinhando por recursos de um lado, e de outro esperando que os problemas sumam sozinhos. Como se sabe, uma privada não se desentope sozinha. Alguém tem que meter a mão, sem nojinho, e sem esperar uma medalha por isso.

O posto fiscal de Barra do Garças é uma barreira da Sefaz pelas quais são checadas 3 mil notas fiscais que geram cerca de R$ 1,5 milhão/dia. Todos os dias ao menos 5 caminhões, em amostragem, são descarregados e suas cargas conferidas pelos agentes fiscais. O governador não deve nem saber do trabalho dos fiscais naquele posto, e nem precisa. Mas seu secretário de Fazenda deve estar atento, e agir. Não por falta de aviso, dos próprios fiscais, e dos Bombeiros (Veja aqui).

A semana não foi boa para Paulo Brustolin. Primeiro se meteu em briga besta com os contabilistas do estado (CRC/MT) (Confira nota I e nota II) o que enfraqueceu o governador na discussão do decreto 380/2015; Depois recebe a ordem de fechamento do posto fiscal com a divisa com Goiás, e isso mostra o desleixo com a própria arrecadação e descaso com os contribuintes do estado. A notícia foi péssima para o governo, que precisa de boas notícias nos próximos dias.

O que dizem sobre isso?

  1. Já resolveram o problema. Transferiram o Comandante do Corpo de Bombeiros, ha,ha,ha, porque ousou cumprir a lei. Esse é o governo da transfugação, ops transformação.

  2. Bombeiros...aumentem as vistorias e fechem todos os postos de arrecadação da SEFAZ...indea, que estiverem operando fora das normas de segurança e salubridade...sejamos legalistas...

Comente, sua opinião é Importante!

Uninter - Banner JPG