EM DEFESA DA SOCIEDADE

TCE abril

Apenas 34% dos eleitores fizeram recadastramento biométrico em MT para votar

Prazo para o recadastramento encerra em 02 de fevereiro

Geral

Redação 467 acessos 2

Apenas 34% dos eleitores fizeram recadastramento biométrico em MT para votar
Rosane Mendes

Os eleitores de Cuiabá, Várzea Grande e Sinop ainda não compareceram em sua totalidade para fazer a revisão do eleitorado com cadastramento biométrico. O Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso (TRE), constatou que apenas cerca de 34%  do eleitores do estado, compareceram ao posto do TRE, para fazer a atualização.

Para os eleitorados desses municípios, o recadastramento biométrico é obrigatório. Segundo Justiça Eleitoral, quem não comparecer para a revisão, terá o título cancelado e o Cadastro de Pessoa Física (CPF) suspenso.

Segundo a assessoria do TRE, regularmente a Receita Federal confronta dados com a Justiça Eleitoral, para verificação de regularidade eleitoral é atualização dos dados. O cidadão que estiver com o título eleitoral cancelado e/ou quando seus dados como eleitor não coincidirem com as informações constantes no sistema da Receita, terá o CPF cancelado.

“Em Mato Grosso apenas 34% dos eleitores recastraram. Em Cuiabá certa de 35%, muito abaixo do esperado. A justiça eleitoral é um órgão parceiro da receita federal em vários aspectos de troca de informações. Um deles é a atualização de cadastro, para ver quem está ativo e quem não esta”, afirmou.

O recadastramento biométrico começou em Cuiabá em 2015, e é feito apenas uma vez. O prazo final para a revisão do eleitorado com biometria, nestes três municípios, está previsto para 2 de fevereiro do próximo ano.

Para os eleitores que residem em Várzea Grande e desejam mudar seu domicílio eleitoral para Cuiabá, ou vice-versa, é necessário comprovar algum vínculo com a cidade, que deseja votar. Mas aqueles, que querem apenas efetuar o recadastramento e a biometria, e continuar a votar em seu domicilio eleitoral, devem procurar os postos do seu município.

Em Cuiabá e Várzea Grande, os atendimentos estão sendo feitos sem agendamentos, mas para aqueles eleitores que já haviam realizados seu agendamentos, pede-se comparecer na data e horário marcado.

“Resolvemos acabar com o agendamento. Quem aparecer será atendido. Quem agendou até aqui vai continuar agendado, e quem não agendou pode vir que vamos atender”, pontou a assessoria.

Para fazer a biometria, o eleitor deve comparecer a um posto de atendimento com um documento oficial com foto e comprovante de endereço. Atualmente existem dois locais de atendimento em cada município, em Cuiabá esta previsto para os próximos dias, a abertura de mais um posto de atendimento em um shopping da capital.

Locais de atendimento:

Em Cuiabá, a revisão acontece na Casa da Democracia, que está situada na Avenida Historiador Rubens de Mendonça, funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h, sem intervalo de almoço. E no Goiabeiras Shopping, segundo subsolo – Av. José Monteiro de Figueiredo, nº 500 - Duque de Caxias, funciona de segunda a sexta-feira, das 10h às 20h.

No município de Várzea Grande o atendimento acontece em duas centrais de atendimento ao eleitor: a central que pertence à 20ª e à 58ª zonas eleitorais e funciona na Avenida Castelo Branco, número 47, Centro, e outra central que pertence à 49ª Zona Eleitoral e está situada na Avenida Gonçalo Botelho de Campos, número 2.367, bairro Cristo Rei. Nestas Centrais, o horário de atendimento é das 8h às 18h, de segunda a sexta-feira.

Já em Sinop a revisão do eleitorado é realizada nas duas centrais de atendimento ao eleitor instaladas no município: a central da 22ª Zona Eleitoral, situada na Rua das Grevíleas, nº 442, Setor Comercial Sul; e a central da 32º ZE, instalada na Rua das Figueiras, nº 980, Setor Comercial Norte. O horário de atendimento é de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 17h30.

Documentos necessários

- Documento oficial de identidade (RG, CNH, Carteira de Trabalho, Carteira Profissional, dentre outros definidos em lei);

- Comprovante de residência (conta de luz, água, telefone, boleto de IPTU, contrato de aluguel, dentre outros definidos pelo Juiz Eleitoral). Os comprovantes devem estar em nome do requerente, de seu cônjuge ou companheiro (a) ou de parente seu em linha reta consanguínea, até o 2º grau (pais, filhos, avós, netos), ou por afinidade, limitando-se, neste último caso, aos ascendentes do cônjuge ou companheiro (sogro e sogra).

- Atenção: A CNH não é aceita como documento de identificação para o alistamento (1º título).

O que dizem sobre isso?

  1. O impressionante é que para essa nojeira de voto obrigatório em canalhas, a organização e estrutura são exemplares. Paradoxo total.

  2. O ELEITOR ESTA DECEPCIONADO COM ESSES POLÍTICOS CANALHAS, NINGUÉM QUER VOTAR MAIS, EU NÃO VOTO MAIS NESSA CORJA DE VAGABUNDOS.

Comente, sua opinião é Importante!

Uninter - Banner JPG