EM DEFESA DA SOCIEDADE

TCE Fevereiro

Promessas não cumpridas de Pedro Taques viralizam na internet; Veja

Também prometeu Salgadeira, concluir obras, Unemat para Cuiabá e Várzea Grande e estruturar medicina em Cáceres, entre outras

Geral

Redação 1915 acessos 5

Promessas não cumpridas de Pedro Taques viralizam na internet; Veja
Larissa Malheiros

Parece que o governador Pedro Taques não conseguiu realizar nem um terço das promessas feitas durante campanha para governador do Estado, em 2014. Em vídeo gravado durante a campanha, ele faz compromisso com a população, promete que irá concluir todas as obras paradas, deixadas pela gestão anterior e que fará o tão ''sonhado'' Hospital Estadual. Mas um detalhe chama atenção, é que o governador, candidato na época, afirma na gravação que todos os feitos cabem dentro do orçamento do Estado, discurso que mudaria após assumir o cargo, em 2015.

Outro fator preponderante é o compromisso que faz com estudantes ao afirmar que a Unemat estaria concluída em Várzea Grande e na região Morada da Serra, em Cuiabá. Entretanto nenhumas delas foram implantadas, apenas o prédio da unidade de Várzea Grande começou a ser construído na região do chapéu do Sol, mas pela gestão anterior, e se encontra atualmente inacabado. Além disso, ele também se compromete em estruturar o curso de medicina na cidade de Cáceres. 

"Também vamos implantar a Unemat em Várzea Grande e na grande Morada da Serra em Cuiabá , e vamos reestruturar o curso de medicina na cidade de Cáceres", diz Taques em trecho do vídeo.

Vale salientar que a Unemat de Cáceres que se encontra o curso de medicina passa por vários transtornos, entre eles, a falta de estrutura para aplicar as aulas práticas e teóricas de vários cursos. No final do ano, algumas salas foram interditadas pelos alunos. 

As promessas de campanha teoricamemnte teriam que ser realizadas fundamentadas, ou seja, a partir de um estudo que mostre a viabilidade. É suspeito arriscar que foi feito algum estudo, pois nenhumas das promessas citadas no vídeo foram cumpridas até o momento.

Em outro ponto do vídeo Taques diz que vai construir o Hospital Estadual , e ainda conta que terá no minímo de 350 leitos, e vai atender média e alta complexidade, além de servir como como retaguarda do Pronto Socorro de Cuiabá.  

''Um hospital deste porte terá que ter no minímo 15 mil(m²) de área construída. A estrutura deste hospital custará 45 milhões de reais e para mobiliar e equipar serão investidos R$ 55 milhões de reais , é possível fazer com os recursos do próprio Estado", revelou ele. 

A preocupação com a saúde dos munícipes não foi demonstrada pelo chefe do executivo, pós campanha. Isso porque, o governador prometeu a unidade e não cumpriu, e também interferiu na destinação de uma emenda federal para equipar o novo Pronto Socorro de Cuiabá, e com isso o valor que era de R$ 82 milhões que seria usados para a aquisição de equipamentos foram destinados R$ 50 milhões para o Estado. Sendo assim, além de não construir unidade de saúde Estadual tirou do pouco que tinha para a capital.

O fato é todas as garantias dada por Taques foram em cima do orçamento do Estado. Orçamento este, que agora o mesmo insiste em dizer que não tem como arcar com as contas do governo. 

Sobre as obras, comenta na gravação que serão todas concluída e destaca que as obras da salgadeira seria entregue no primeiro ano de gestão.''No primeiro ano de governo vamos terminar de uma vez por todas a obra de reforma da salgadeira", afirma durante a filmagem.

Mas é necessário lembrar que as obras da salgadeira só foram retomadas após quase três anos a frente do governo, e em janeiro de 2018, foram embargadas pela Superitendência Nacional do Trabalho. 

Várias outras promessas foram feitas e não cumpridas. Mas Taques enfatizou durante toda campanha para governador."Todos os compromissos que fizemos são verdadeiros cabem dentro do orçamento do nosso estado"

O que dizem sobre isso?

  1. Corrigindo , governador PEDRO TAQUES

  2. MUVUCA, vc fala do Governador Pedro Raquel, mas faz igualzinho o governadornão paga seus funcionários.

  3. Foi atender interesses dos empreiteiros com obras fora das promessas de campanha como a b da trincheira da saída para guia , deu no que deu. Esses 23 milhões gastos sem necessidade poderiam fazer todos os centros olímpicos ou um bom hospital.

  4. Aquele velho chavão que dizia: Ninguém será deixado pra traz. Esse bebê foi deixado pra traz. Ficou abandonado por falta de melhorias na saúde a também na questão segurança. Traques, você é um tremendo incompetente e omisso. Suas frases já não fazem mais efeitos!

  5. Puxa vida! O tio Taques era ótimo Procurador da República do MPF. Na certa se ainda fosse, ia investigar OS GRAMPOS, AS PEDALADAS do FUNDEB, FETHAB. Confesso que votei no tio Taques pra Senador e Governador. Hoje vejo que de Administração Pública não entendia bulhufas...e montou um Staff (assessores) péssimos em Administração também. Desde 2015 deveriam ter feito Reformas gradativas, mas não fizeram nada. Agora não tem mais tempo, já é final de governo...agora vai dar GAME OVER. Tamos esperando que apareça um novo governador pra sanear as Finanças Públicas de MT, que estão no fundo do poço. Se eu fosse integrante de algum partido político nanico, iria numa Universidade (UFMT, UNIC, UNIVAG), escolheria um daqueles professores catedráticos em Finanças Públicas, honesto pra burro, competente...e lançaria como candidato a Governador. Sem blá, blá, blá, ele faria uma campanha sem dinheiro, só mostrando o que precisa fazer pra sanear as Finanças sem ferrar o povo. Explicando numa linguagem bem popular, ele ganha a eleição no primeiro turno.

Comente, sua opinião é Importante!

Uninter - Banner JPG