EM DEFESA DA SOCIEDADE

Diário de contas novo (TCE)

Servidores farão outra greve geral em 2017 por RGA

Líder do governo na Assembleia já disse que não tem como pagar direito

Governo

1736 acessos 2

Servidores farão outra greve geral em 2017 por RGA
Fernanda Leite / GD

Diversas categorias reivindicam informações sobre a Lei de Diretrizes Orçamentária (LDO) 2017, quanto ao pagamento da Reposição Geral Anual (RGA) do ano que vem. Os servidores públicos do Estado acompanharam a sessão plenária desta terça-feira (6). 

Na semana passada, a deputada estadual Janaina Riva (PMDB) pediu vista da peça orçamentária porque a emenda que previa o pagamento integral da RGA foi derrubada pela Comissão Fiscalização e Acompanhamento da Execução Orçamentária da Assembleia Legislativa.

O presidente da Associação dos Servidores Efetivos da Agência Estadual de Regulação dos Serviços Delegados (Asager), James Rachid Jaudy, fala que as categorias irão conversar suas bases e irão definir se deflagram uma nova greve coletiva para pressionar o pagamento integral da Revisão Geral Anual.

Janaina devolveu a o projeto de LDO-2017 e apresentou uma emenda que prevê o pagamento da RGA de acordo com Índice Nacional de Preços ao Consumidor - INPC.

O líder do governo na Assembleia, Dilma Dal'Bosco (DEM) já avisou que a proposta será vetada porque o executivo não conseguiria pagar o reajuste  com base no índice de inflação. 

"Na mensagem a RGA não tem percentual respeita os índices de inflação está no artigo. O Executivo pode acompanhar o pedido da PEC 241 do índice de inflação. Fizemos acordo com a oposição e  fizemos uma mudança na emenda do deputado José Domingos Fraga (PSD) e mudaram todo o artigo 44  do texto sobre o reajuste do INPC que é acima da inflação".

O deputado afirmou, caso, o Congresso Nacional  de limitação de despesas for aprovada  na PEC 241 que limita gastos públicos e que congela as despesas do Governo Federal, com cifras corrigidas pela inflação, por até 20 anos. "O Estado pode acompanhar o Governo Federal", disse o líder do governo.

Zeca Viana do PDT que pediu vista do projeto irá analisar uma emenda que contempla os servidores. "Hoje faltou pouca coisa para chegarmos em um entendimento. Isso é muito bom porque temos uma pauta lotada e precisamos votar tudo antes do recesso. Eu vou pegar o texto na CCJ ela precisa voltar para a Comissão depois da emenda da Janaina. Eu vou discutir com ambos, com os servidores e com o Executivo para ficar bom para todos", comentou. 

O que dizem sobre isso?

  1. Morreram tanta gente que prestava.

  2. Nossa faltam 2 anos ainda pra aguentar esse mala sem alça!!!

Comente, sua opinião é Importante!

Uninter - Banner JPG