EM DEFESA DA SOCIEDADE

TCE Ago

Governo não paga hospitais filantrópicos e atendimento pelo SUS é suspenso em MT

Verba em atraso passa de R$ 10 milhões, segundo Federação dos Hospitais Filantrópicos.

Governo

Redação 1853 acessos 3

Governo não paga hospitais filantrópicos e atendimento pelo SUS  é suspenso em MT

Quatro hospitais filantrópico deixam de atender paciêntes pelo Sistema Único de Saúde (SUS), por estarem há cinco meses sem receber os repasses do governo do estado de Mato Grosso. O montante em atraso, segundo a Federação dos Hospitais Filantrópicos de Mato Grosso, passa de R$ 10 milhões.

Os hospitais que suspenderam o atendimento são; Santa Casa de Rondonópolis, os hospitais Santa Helena, Santa Casa de Misericórdia e Hospital Geral Universitário, em Cuiabá.

As unidades pararam de realizar as cirurgias eletivas - aquelas que são agendadas, atendimento ambulatorial e a internação de novos pacientes nas UTIs. Foram mantidos somente os casos de urgência e emergência.

O vice-presidente da Federação dos Hospitais Filantrópicos de Mato Grosso, Antônio Preza, afirmou que um acordo que foi feito com o governo no ano passado não está sendo cumprido.

"Pelo acordo, o governo iria cobrir o déficit com os cinco hospitais filantrópicos. Eles fizeram o repasse em dezembro [de 2016], janeiro e fevereiro e a partir de março o repasse foi suspenso e tornou a nossa situação inviável financeiramente. São R$ 2,5 milhões mensais e estamos com mais de R$ 10 milhões para receber", explicou Preza.

Juntos, os cinco hospitais filantrópicos, os quatro paralisados e o Hospital do Câncer, que, desta vez não aderiu à paralisação, são responsáveis por 85% das cirurgias de alta complexidade, pelo sus no estado e 65% das internações de média de alta complexidade.

Ainda conforme Antônio Preza, o déficit é de em torno de R$ 3,6 milhões por mês e, segundo ele, o governo se comprometeu a pagar R$ 2,5 milhões por mês para os cinco hospitais.
 

Com G1

O que dizem sobre isso?

  1. "Governo de MT nega dívida e diz que não vai repassar verba a hospitais filantrópicos" está na Constituição do Estado de Mato Grosso "Art. 3º São princípios fundamentais e constituem objetivos prioritários do Estado: III - propiciar educação, habitação, saúde e assistência pública" "Governo e Assembleia entregam segundo lote com 75 ambulâncias para os municípios" Sendo mais claro o governo da ambulâncias para os municípios trazer seus enfermos para os grande centro (Cuiabá e Rondonópolis) mas, não quer pagar o conta (as despesas) que esta população da nas grande cidade e quer isentar de suas responsabilidade se na própria lei do estado diz que ele tem que propiciar saúde e assistência pública

  2. Governo pior do que o do Silval, e, ainda sonha em reeleição. Fora Taques e seus baba ovos.

  3. E enquanto isso Taques preocupado é com o VLT

Comente, sua opinião é Importante!

Uninter - Banner JPG