EM DEFESA DA SOCIEDADE

TCE abril

Taques avisa Sintep que tem apenas R$ 30 milhões para pagar folha da Seduc, que é de R$ 159 milhões

A folha salarial da Secretaria de Estado de Educação é de R$ 159 milhões.

Governo

Redação 4208 acessos 11

Taques avisa Sintep que tem apenas R$ 30 milhões para pagar folha da Seduc, que é de R$ 159 milhões
Larissa Malheiros

O presidente do Sindicado dos Trabalhadores no Ensino Público de Mato Grosso (Sintep), Henrique Lopes disse ao MPopular que o governador Pedro Taques anunciou durante reunião com representantes da categoria, no início da tarde desta quarta-feira (10), que não tem dinheiro para pagar servidores da educação, e que o Estado tem até o momento apenas R$ 30 milhões na conta. A folha salarial da Secretaria de Estado de Educação é de R$ 159 milhões.  

"Acabamos de sair de uma reunião na Casa Civil, e o próprio governador que chegou no meio da reunião, disse que tem apenas R$ 30 milhões", explica Henrique.

Na ocasião, foram comunicados que o prazo para arrecadar o dinheiro e realizar os pagamentos será até a próxima segunda-feira (15). Questionado do porquê, não priorizou a categoria da educação e sim a Segurança Pública, Taques se limitou a dizer que janeiro teve que garantir a Segurança. Segundo o presidente, o governador não quis informar ,o porque a Educação "ficou de fora".

Henrique comenta, que o assunto na reunião foi relacionado a atividade econômica do Estado. Porém, revela que não foi observado que a educação é um problema sério, e abordou durante o encontro, assuntos como recursos da educação e do  Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação – Fundeb. 

" Vamos aguardar a categoria que está de férias para debatermos estes assuntos. Esperamos que essa situação não aconteça nos próximos meses", conclui. 

O que dizem sobre isso?

  1. Temos que ficar de olho em todos eles!!! O desgovernador, os secretários que querem ser candidatos e os deputados que apoiam essa pouca vergonha que se tornou nosso estado na gestão (indigestão) Taqueana. Não votar em ninguém ligado a esse grupo de pilantras, tampouco nos deputados que os apoiam e apoiaram durante todo o período. Abandonar o barco agora é tentar apagar suas responsabilidades!!! Fora todos os deputados da base do governo!!!

  2. kd Riva sival eles poderiam até “roubar” mais o Salário era garantido no final do mês aproveita seu governo vagabundo que é seu último ano. Ladrao votamos pensando em uma melhora que ele fez acabou com o estado

  3. Governador sem vergonha isso sim! Fez o que com o dinheiro da educação? Pilantra mesmo hein!!

  4. Dinheiro da educação é vinculado. Cadê o dinheiro? Usou aonde ?

  5. Algumas questões: Priorizou a segurança em razão do barulho feito no Rio Grande do Norte. Pagar por secretarias ao invés de faixa salarial para não engrossar a mobilização do Fórum Sindical, que alegou discriminação em outros escalonamentos salariais pela faixa salarial. Agora, pagar CGE, PGE e Gestão demonstra que houve tráfico de influência e informação privilegiada na definição das secretarias que receberiam hoje, caso de improbidade administrativa por desrespeito ao princípio da moralidade e transparência. Aliás, essa regra para pagamento de salários deve ser regulamentada por decreto, uma vez que todo mês há o escalonamento salarial e deve ser utilizado durante o ano todo, a depender dessa equipe de incompetentes e descontrolados secretários. Não é preciso lembrar que os deputados empreiteiros (Botelho e Nininho), cobraram em dezembro os pagamentos ao setor de pavimentação de estradas, colocando o governador contra as cordas e exigindo o repasse do FEX para o setor privado. Isso demonstra que ao lado de um governador inepto e despreparado para a gestão pública estão os aliados que estão se lixando para os servidores públicos, querem sim encher seus bolsos e suas contas bancários por meio da proximidade com o poder público estadual. Convém destacar que o atual governador é um jurista com carreira destacada no MP, porém, se aventurou em ser governador de estado em um momento de grave crise econômica e financeira que assola o país, momento em que teríamos a necessidade de ter um gestor público capaz e bem intencionado, honesto e transparente, para conduzir esse Estado. Na verdade, o que ocorre nesse momento é que estamos atravessando um momento difícil com um estagiário (um aprendiz, trainee) de gestão pública na cadeira de governador. Sem experiência administrativa, sem humildade (conforme disse Leitão), sem a empatia com os graves transtornos provocados aos servidores públicos, enfim, alguém que se acha acima de tudo e de todos. Um verdadeiro déspota. Fora turma da fronha. Fora Taques. Volta para o buraco de onde saiu satanás.

  6. O incompetente atual gestor , só não não nos pagou pois estamos de ferias e o perigo de greve não existe, maquiavélico.

  7. Que vergonha antes era Pec depois Fex e agora cadê o Dinheiro o Governo Comeu. Senhores Deputados tomem providências se não vão perder JUNTO com esse DESGOVERNO. SAUDADE DO SINVAL E RIVA OS SERVIDORES RECEBIAM EM DIAS. MAURO E JAYME VEM AI

  8. O curioso é que ninguém está percebendo que o Governo preteriu (deixar algo ou alguém de lado em favor de outra coisa ou pessoa) os servidores em favor das empreiteiras e prestadores de serviço, quando o correto é assegurar as verbas salariais dos servidores públicos! Isso é inaceitável para um Gestor do Estado de Mato Grosso da origem do Pedro Taques, oriundo do Ministério Público Federal! Onde está o respeito à Constituição Federal e Estadual, Senhor Governador?! Onde estão os Deputados que deveriam estar fiscalizando as ações do Governo e tomando as medidas cabíveis ao caso?! Que nessa situação, não vejo outra senão o impeachment!! JÁ!!

  9. VOLTA ÉDER MORAES !! MT PEDE SOCORRO A SUA INTELIGÊNCIA !! VOLTA ÉDER MORAES !

  10. Governador, e o IPVA?????? Posso atrasar o pagamento e ainda garantir o meu desconto?? meu carro o final da Placa é 01, quero ter direito ao desconto no dia em que o salário sair. Falta de vergonha na cara

  11. ESPERO QUE ESSE MAL GESTOR, DENOMINADO DE GOVERNADOR, NUNCA MAIS SEJA ELEITO PARA NADA. ONDE ESTÁ O NOSSO SALÁRIO. QUE VERGONHA. QUANTA FRUSTRAÇÃO COM ESSE DESGOVERNO. QUEIRA EU, QUE O POVO MATO-GROSSENSE, JAMAIS REELEJA ESSE TAL PEDRO TAQUES E SUA EQUIPE. QUANTA FRUSTRAÇÃO COM OS POLÍTICOS DE MATO GROSSO.

Comente, sua opinião é Importante!

Pontuando rodapé