EM DEFESA DA SOCIEDADE

Conciliação prefeitura

Colapso na saúde: Moradores levam alimentos para pacientes em hospital

Diretor de Hospital de Barra do Bugres faz desabafo por falta de repasse do governo

Governo

Redação 4962 acessos 11

Colapso na saúde: Moradores levam alimentos para pacientes em hospital
Larissa Malheiros

O diretor do Hospital Regional de Barra do Bugres, Haroldo de Lima revela ao MPopular que a unidade está a beira de um colapso com a falta de repasse financeiro do governo do Estado. Segundo ele, o recurso está atrasado há cinco meses, e com isso , médicos e funcionários estão com até quatro folhas de pagamento em aberto. Além disso, esperam doações de alimentos para auxiliar na despesa com os pacientes. 

''Estamos a beira do colapso sem repasse.O Estado não nos repassa há cinco meses, o valor é 712.8 mil reais mensais. O hospital é mantido pelo Estado, e apenas administrado pelo Consórcio Intermunicipal de Saúde do Médio Norte mato-grossense, via convênio", comenta.

Haroldo contou que a situação é precária ao ponto dos médicos estarem sem receber há 4 meses e funcionários há três, e a tendência é a paralisação total do atendimento, sendo que este mês vence mais uma folha de pagamento. Além de pontuar que falta vários insumos na unidade. 

"Falta medicamentos, material de limpeza, material de expediente, e essa semana as coisas vão ficar mais complicadas", narra o diretor. 

O Hospital atende cerca de 230 mil habitantes que estão divididos em nove municípios, que tem a unidade como referência. Em contrapartida atualmente está atendendo apenas urgência e algumas cirurgias, visto que não existem condições adequadas para trabalhar. Com isso, a decisão do corpo clínico foi de cancelar as cirurgias eletivas. "Não paramos os atendimentos definitivamente porque nós temos profissionais que ainda olham para o povo", assegura.

Sobre a manutenção da alimentação dos pacientes e profissionais, o diretor ressaltou que existem pessoas que fazem a doação de alimentos e a unidade se fortalece com a atitude, mas não tem sofrido com credores, pois todos são parceiros, porém são quase quatro meses comprando na confiança e sem pagar. "O consórcio tem crédito graças a Deus , nós temos parceiros e fornecedores, entretanto não existe parceiro que você fique devendo três ou quatro meses que continuará a ajudar", finaliza.

Em nota a Secretaria de Estado de Saúde (SES) informou que já fez o repasse do mês de agosto, e que só se encontra em aberto parcelas até dezembro. 

Veja nota:

A Secretaria de Estado de Saúde (SES) informa que no dia 4 de janeiro repassou ao Consórcio Intermunicipal de Saúde do Médio Norte Mato-grossense, que administra o Hospital Municipal Roosevelt Figueiredo Lira de Barra do Bugres, R$ 712,8 mil referente ao mês de agosto. As demais competências (do mesmo valor) dos meses de setembro a dezembro já estão liquidadas aguardando apenas fluxo de caixa do governo para que seja feito o pagamento. 


 

O que dizem sobre isso?

  1. e o repasse dos municipios ?na epoca da entrega deste hospital para o estado ficou acordado que: o municipio de barra juntamente com prefeituras não me lembro bem o total de prefeituras iriam fazer repasse eram muitos municipios ,alguem pode dar esclarecimentos?

  2. Com a palavra o MP

  3. Mais o Pedro Taques falou que é está tudo bem

  4. O balanço do Estado apurou R$300 milhões de superavit em 2014. De 2015 para frente só apurou déficit. Não administra e gasta mal.

  5. O balanço do governo deu R$300 milhões de superavit em 2014. De 2015 para frente só apurou déficit.

  6. Enquanto isso governo gasta em restaurante chique de barão de Melgaço com direito a passeio de helicóptero. O pior governo de MT.

  7. Cadê as emendas que esses incompetentes deputados conseguem para fazer festa e.nao me.venham com essa conversa que não podem , tudo pode desde que seja em favor da população e justificável que é este caso. Arriscam fazendo coisa errada, arrisquem uma vez na vida em transferência de verba.

  8. Me sinto triste, pois a situação não cabe nem mais o que comentar. Infelizmente são dores e sofrimentos que caberá aos responsáveis por tamanho descaso. Creio que, a palavra JUSTIÇA existe. Não à de homens, mas , à de Deus. Sem mais o que dizer, oro para que seja feito o correto , e o amor pelo próximo seja manifesto. E que novamente os atendimentos para nós população, seja na dignidade q merecemos. Diariamente pagamos o preço, para termos saúde. Afinal, de imposto em imposto pagamos muito bem o político representante do cidadão . Tenham misericórdia , trata - se de SAÚDE.

  9. Isso é uma piada... Enquanto o governo não repassasse 700 mil para saúde pública mensalmente, eles roubam diariamente milhões Parabéns pra vocês bando de incompetentes

  10. Parabéns Jonas e isso não sabe administrar pede pra sair e mais bonito do que ficar mentindo pra população

  11. Pagou mês de agosto esse governo é uma piada mesmo. Luz água telefone corta com 15 a 30 dias. Não sabe administra o estado pede pra sair seria mais honroso

Comente, sua opinião é Importante!

Pontuando rodapé