EM DEFESA DA SOCIEDADE

Prefeitura julho cameras

Juiza que deu nota 8 para Taques arquiva denúncia contra Aldo Locatelli e Júnior Mendonça

Selma Rosane decidiu não levar adiante as denúncias contra os financiadores de Pedro Taques

Judiciario

Redação 3439 acessos 11

Juiza que deu nota 8 para Taques arquiva denúncia contra Aldo Locatelli e Júnior Mendonça

A juíza da 7ª Vara Criminal de Cuiabá, Selma Rosane Arruda (Veja de quem se trata aqui), julgou extinta, sem julgamento de mérito, ação contra a máfia dos combustíveis, onde figurava como investigado o filho de Aldo Locatelli, preso há 8 anos na "Operação Madona", onde empresários eram acusados de montar um esquema de cartel de preços de combustíveis em Mato Grosso. A operação policial deflagrada em 2008 mobilizou agentes do Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado), Ministério da Justiça e polícias civil, militar e federal.

De acordo com a denúncia, a principal conduta ilícita consistia na manipulação dos preços praticados pelo segmento, cujos valores eram elevados e mantidos artificialmente após deliberações tomadas em reuniões realizadas na sede do Sindicato do Comércio Varejista de Combustíveis de Mato Grosso (Sindipetróleo). 

Outros fatos presentes na denúncia oferecida são a coação de pessoas que não alinhavam os preços sob pena de "quebrar o comércio"; passar informação inverídica ao consumidor com informações em placas diferentes do valor cobrado nas bombas; ameaça de morte e atentados contra residências e outros bens e de tentativa de corromper autoridades. 

Na relação dos presos preventivamente e posteriormente denunciados a Justiça estavam o ex-presidente do Sindipetróleo, Fernando Chaparro, o ex-gerente das factorings de João Arcanjo Ribeiro, Nilson Teixeira (dono da rede de postos América – bandeira Ipiranga), Daniel Locatelli, da rede Locatelli, o gerente do grupo Simarelli, Orisvaldo Jacomini, o empresário e advogado Waldir Chechet, Bruno Borges, Paulo Roberto da Costa Passos e Gércio Marcelino Mendonça Júnior. 

Figuravam como réus José Fernando Chaparro, Daniel Locatelli, Nilson Roberto Teixeira, Jairo Priotto, Bruno Borges, Marli Izabel Tiecher, Valdir Cechet Junior, João Marcelo Guimarães Fernandes Borges, Aldo Locatelli, Carlos Simarelli Junior, Benedito Pedro Gonçalves, Luiz Carlos Galvan, Orisvaldo Jiacomini, Paulo Roberto da Costa Passos, Fernando Marcos Minosso, Gércio Marcelino Mendonça Junior, Arthur Abrão Abdo, Edson Lincoln Alvarez, Paulo Cesar Borghete de Melo, Laura Cristina de Lima Souza, Expedito Franciscone, Joaquim Carvalho Moraes, Jaeder Batista Carvalho, Sinval Nunes de Oliveira, Juliano de Figueireido Maciel Costa e Bartolomeu de Souza Passos. 

Todos foram acusados de cometer crime contra a ordem econômica, formação de quadrilha e promoção de publicidade abusiva. Mas a juíza que deu nota 8 para o governo Pedro Taques, arquivou o processo sem julgamento.

Porém, o Ministério Público sustentava que a decisão do Tribunal de Justiça em reconhecer a nulidade das interceptações telefônicas não atingiria a denúncia, que deveria permanecer válida. Isso porque entendeu que havia elementos suficientes nos autos para amparar a inicial acusatória e que demais elementos probatórios serão apurados durante a instrução criminal, com os depoimentos das testemunhas arroladas e os interrogatórios dos acusados.

O que dizem sobre isso?

  1. Vi um comentário outro dia que Vossa excelência seria candidata a senadora por MT. Procede?

  2. O dinheiro deve ser para já fazer seu Caixa de Campanha. Cuidado Dra. com Deus não se brinca.

  3. Conheço uma pessoa que desmascara em dois tempos essa juiza e seus coniventes. Chama a Karina Nogueira, Drª? Tanto a Justiça, quanto o atual Governador corre longe dela. Porque sabem que ela fala e prova a verdade. Cade as pessoas que promovem a verdade? Cade as pessoas que deveriam estar fazendo o correto? Cade a PF? Também está no bolo?

  4. Gente essa juiza está cega, ou, fingindo?! Ah, tá. Deve estar comedo do segredo velado de todas as décadas: o comendador João Arcanjo- que não matou o empresário Savinho. Socorro alguem! A Justiça está vendida. A juiza não age com imparcialidade. Deveria Ser impugnada. Mais uma vergonha para o nosso Estado.

  5. Muvuca, cuidado processo...não aplicou photoshop na foto dela...kkkkk...esse povo ai, assim um certo ditador, adoram poses, caras e bocas e photoshop pra ajeitar a lataria...aquele tem ate fotografo particular bancado com nosso dinheiro

  6. A costumem se de vez com essas manobras...este estado tem donos e estes fazem o que querem...

  7. Uma briga interna dentro da quadrilha de ilustres e bons amigos. A juíza ta garantindo o dela

  8. Se tivesse justiça. esses dois era para estarem presos

  9. Aldo é um sugador de MT.

  10. Lembei do artigo 'A MÁFIA DE PEDRO TAQUES' que mostrava a ligação de Taques com o Locatelli, e pediram até prisão do autor depois que revelou que quem pagava as contas do xera xera era o poderoso chefão

  11. Aldo Locatelli foi um dos principais financiadores de Pedro Taques,o único que ajudou e caiu no conto do vigário foi Silval kkk

Comente, sua opinião é Importante!

Pontuando rodapé