EM DEFESA DA SOCIEDADE

TCE abril

'Percival é um grande nome contra o governo Taques', avalia liderança do PCdoB

Bloco de esquerda estuda lançar um nome para fazer frente ao projeto de reeleição dos partidos da base

Política

Redação 1201 acessos 3

'Percival é um grande nome contra o governo Taques', avalia liderança do PCdoB
Marcio Camilo

O secretário geral do Comitê Estadual do Partido Comunista do Brasil (PCdoB), Miranda Muniz, classificou como corajosa a postura do ex-deputado estadual Percival Muniz (sem partido), que se colocou a disposição como pré-candidato ao governo do Estado. A proposta de Percival é fazer uma frente popular de partidos da esquerda  contra o projeto de reeleição do governador Pedro Taques.

Miranda ressalta que essa frente é importante para se debater os rumos políticos e econômicos do estado. Segundo ele, Taques se mostrou um gestor incompetente tanto na área administrativa quanto em projetos para mudar a realidade social de Mato Grosso.

“Ele passou os quatro anos olhando para o retrovisor, criticando a antiga gestão. Se ele se reeleger provavelmente ficará reclamando por oito anos”, alfinetou Miranda que já foi presidente estadual do PCdoB.

Ele avalia que Taques se elegeu sob a bandeira da “falsa moralidade” e que depois disso não cumpriu com as promessas de revolucionar Mato Grosso em áreas como Saúde, Educação e social.

“Qual foi a grande obra desse governo? Não há. Ele não fez a revolução tão prometida, cadê o estado de transformação? Cadê a descentralização da saúde com o fortalecimento dos hospitais regionais? Pelo contrário: Taques tem se mostrado centralizador e autoritário. Prova disso é que as unidades regionais continuam precárias, com falta de repasse do governo. O problema sempre desemboca no Pronto Socorro de Cuiabá que superlota para receber pacientes de todo o estado”, critica Miranda.

Ainda disse que o PCdoB avalia essa frente popular proposta por Percival. Na opinião dele o bloco deve ser fortalecido não apenas com partidos de esquerda, mas também com legendas de centro. Miranda salienta que a frente precisa ser popular e ampla para discutir os rumos políticos e econômicos de Mato Grosso.

“Um novo projeto para o estado tem que pensar amplamente na população, nos setores mais populares como a agricultura familiar, por exemplo. Mas o governo atual privilegia apenas a camada mais poderosa da sociedade mato-grossense”, denuncia Miranda.  

Ele não confirmou se Percival já seria o pré-candidato a governador dessa frente popular. No entanto avaliou que se trata de um nome importante, com história e experiência na política do estado e do Brasil. “O Percival é uma figura histórica. Nos anos 80 lutou pela redemocratização do país. Na juventude ele também foi deputado constituinte. Ele conhece bem a política desse estado”, enfatiza.

A reação de Percival

Nos últimos dias, Percival Muniz causou alvoroço no meio político ao propor, num post nas redes sociais, uma frente de esquerda para combater a atual gestão de Taques. No entendimento de Percival esse bloco seria formado por partidos como: PT, PSB, PDT, PCdoB, entre outros.

A declaração de Percival aconteceu depois de sua destituição do PPS, na última quinta-feira (1), do qual ele era presidente estadual há 15 anos. A retirada dele foi uma amarração política do grupo do govenador Pedro Taques com a executiva Nacional do partido. Quem assumiu no lugar de Percival foi o secretário de Estado de Educação (Seduc-MT), Marco Marrafon.

Percival considerou a decisão como arbitrária, pois em nenhum momento foi consultado. Mas por outro lado disse que sua missão estava cumprida no PPS e que agora se sentia livre para defender abertamente suas posições políticas.

 

 

 

 

 

  

 

 

    

O que dizem sobre isso?

  1. Que esse governo é muito ruim, todo mundo sabe, o pior governo que MT já teve nestes últimos 20 anos.

  2. MUITO RIDÍCULO NOJENTO Estes comunistas do PC do B vem do peleguismo da época de Aluízio Arruda, são pelegos de direita é uma vergonha para o Brasil e para Mato Grosso, estes partidos aqui nunca foi de esquerda, PT, PSB, PDT, PCdoB estes mesmo partidos formou os grupo e deixou a corrupção se alastra em todos os nives, mais não tem vergonha de se aliar com este traste

  3. RIDICULO O MIRANDA, CAI EM DESCREDITO. FAZ DISCURSO DE ESQUERDA E QUER DEFENDER SEU PRIMO MILIONARIO E GOOLPISTA.

Comente, sua opinião é Importante!

Uninter - Banner JPG