EM DEFESA DA SOCIEDADE

Bom de bola prefeitura cuiaba novembto

Escolas municipais de Várzea Grande conquistam as três primeiras colocações em concurso do MP

O objetivo do projeto foi inserir a discussão sobre o combate à corrupção no ambiente escolar, utilizando a educação como base para a transformação

Release

Redação 240 acessos

Escolas municipais de Várzea Grande conquistam as três primeiras colocações em concurso do MP

As Escolas Municipais de Educação Básica (EMEBs) 'Dirce Leite de Campos' (1ºlugar); Gonçalo ‘Domingos de Campos’ (2º lugar) e ‘Tenente Abílio da Silva Morais’ (3º lugar), foram premiadas pelo projeto ‘Onde há educação, a corrupção não tem vez’, idealizado pela Procuradoria-Geral de Justiça do Estado de Mato Grosso. O objetivo do projeto foi inserir a discussão sobre o combate à corrupção no ambiente escolar, utilizando a educação como base para a transformação dos alunos em cidadãos éticos, reflexivos e imbuídos da vontade de combate à corrupção.

Na final do projeto dez escolas das redes municipal e estadual de ensino, de Cuiabá e Várzea Grande, participaram da grande final. Na categoria municipal o 1º lugar ficou com a EMEB Dirce Leite de Campos (Várzea Grande). Os integrantes das equipes ganhadoras – compostas por seis alunos - foram premiados com troféu, medalha e um tablet por estudante. Os professores que orientaram as equipes vencedoras também ganharam tablets. A escola premiada recebeu, ainda, R$ 1 mil em dinheiro. Das seis escolas que ficaram nas primeiras colocações, cinco são do município de Várzea Grande, sendo três municipais e duas estaduais.

“Estudamos bastante o tema e nos dedicamos para trabalhar bem em conjunto. A dedicação dos nossos professores, foi o principal fator para a vitória. Fiquei muito feliz em ganhar o primeiro lugar. Acho que o projeto foi muito importante porque nós discutimos o que é corrupção para transformar o tema em peça teatral. Acredito que conseguimos passar a mensagem, mostrando que a corrupção está presente no dia a dia das pessoas e que isso precisa mudar.Não é uma cultura do bem”, destacou o estudante Harcles Campos da Silva, 13 anos, da escola Dirce Leite de Campos , destaque em primeiro lugar.

O secretário Municipal de Educação de Várzea Grande, Silvio Fidélis, disse que o resultado positivo das EMEBs é fruto de esforço, empenho e muitos investimentos, seja na infraestrutura, seja na área pedagógica, além de projetos que fortalecem a qualidade do Ensino Básico Público de Várzea Grande.

“Os investimentos da prefeitura na Educação, aliados ao envolvimento dos profissionais que atuam na Rede Municipal e aos esforços de cada estudante, estão atingindo seu principal objetivo,  a melhoria na qualidade do ensino oferecido aos alunos e títulos de destaques em diversas modalidades competitivas. A Escola de Tempo Ampliado (ETA), que aumenta o tempo de permanência dos alunos nas unidades de ensino, com atividades no contraturno, fato que contribui também para a formação integral das crianças. Nas aulas complementares, elas ampliam o conhecimento e a cultura geral, e desenvolvem potencialidades e aptidões”, afirmou o secretário de educação.

O secretário disse ainda que o projeto pedagógico foca no incentivo ao raciocínio lógico, ao letramento e à leitura como destaque de fontes do aprimoramento, assim como os investimentos na rede física, com a construção, aquisição, reforma e ampliação das escolas. Várias unidades escolares foram entregues pela prefeitura no último ano, e hoje a Rede conta com 81escolas municipais.

“Nossos profissionais são periodicamente atualizados com capacitações e valorizados para atuarem de forma decisiva na melhoria do ensino público municipal. Os professores da rede são incentivados a participar de cursos de qualificação e de aperfeiçoamento. A Secretaria de Educação promoveu diversos cursos e eventos dirigidos aos profissionais do setor. A valorização dos professores e especialistas em educação se consolida em um Plano de Melhorias do Magistério. Estes títulos de reconhecimento que a Rede de Ensino está sendo contemplada é a garantia de que o aprendizado têm qualidade”, pontuou o secretário.

A idealizadora do projeto, promotora de Justiça de Comodoro, Luciana Fernandes de Freitas, disse que o projeto nasceu no interior do Estado e agora foi institucionalizado pelo Ministério Público do Estado de Mato Grosso, em parceria com a Secretaria de Estado de Educação (Seduc). “Fico muito feliz em ver estes alunos apresentando trabalhos tão lindos assim, sobre um tema tão importante e relevante como este. Sinto que o objetivo do projeto foi alcançado em cada redação escrita, em cada peça apresentada e em cada discurso feito. Eles entenderam a importância de refletir e debater este tema, mostrando que as mudanças passam por cada um de nós. O combater a corrupção passa pela mudança de atitudes no nosso dia a dia”.

O procurador geral de Justiça, Mauro Curvo, ressaltou que a engrenagem que move o ser humano é a esperança. “Este projeto é a esperança que podemos sim construir um mundo melhor, onde a ética, a honestidade e o respeito não sejam apenas uma utopia. Estamos plantando uma sementinha nas nossas crianças e adolescentes e os resultados apresentados mostram que este é o caminho. Se queremos mudanças temos que começar pela educação.Várzea Grande está de parabéns. Tenho participado de eventos da Educação e o mais recente da inauguração da Escola Municipal de Educação Básica (EMEB) ‘Professora Eliza Maria da Silva’.Os investimentos são necessários para o melhoramento do ensino público.A Prefeita Lucimar Sacre de Campos está no caminho certo na política educacional aplicada no município de Várzea Grande ”.

Escolas premiadas - Municipais: Dirce Leite de Campos (1º lugar); Gonçalo Domingos de Campos (2º lugar) e Tenente Abílio da Silva Morais (3º lugar). Estaduais: Liceu Cuiabano (1º lugar); Jaime Veríssimo de Campos Junior “Jaiminho” (2º lugar);  Porfíria Paula de Campos (3º lugar).

Comente, sua opinião é Importante!

Pontuando rodapé