EM DEFESA DA SOCIEDADE

Bom de bola prefeitura cuiaba novembto

Governo não realiza repasses para hospitais desde 2016 e dívida passa de R$ 68 milhões

O hospital de Santo Antônio do Leverger possui estoque para mais 15 dias apenas. A dívida na unidade está chegando a R$ 248.958,72 mil. 

Saúde

Redação 396 acessos 1

Governo não realiza repasses para hospitais desde 2016 e dívida passa de R$ 68 milhões
Claryssa Arruda

A dívida na saúde do governo do Estado de Mato Grosso com os municípios chega um pouco mais de R$ 68 milhões, de acordo com o apontamento da Associação Mato-grossense dos Municípios (AMM). O governo não faz os respasses desde 2016, o que causa um transtorno para a população, prejudicando o atendimento dos pacientes nos hospitais. 

Segundo a secretária-adjunta de Administração Sistêmica da Secretária Estadual de Saúde, Florinda Lafaete, a arrecadação está sendo pouco, por isso a falta de repasses.  “Temos que fazer a arrecadação desse dinheiro e isso está dificultando o repasse”, afirmou.

No hospital de Santo Antônio de Leverger também não há repasses e falta medicamentos essenciais. Segundo o médico do hospital, Luiz Otávio Carvalho, pacientes com casos grave de saúde que precisam de tratamentos adequados, muitas vezes ficam sem o medicamento. "Falta medicações para dor, temos muita dificuldades de conseguir realizar tratamentos a pacientes por isso. O que mais fazemos é atender urgência e emergência, o que torna as medicações essenciais", relatou.

A Secretaria de Saúde do município informou que o hospital não possui estoque para muito tempo, sendo para mais 15 dias apenas. A dívida no hospital de Santo Antônio do Leverger está chegando a R$ 248.958,72 mil. 

A prefeitura do município está mantendo os gastos do hospital para que as atividades da unidade não pare, de acordo com o secretário de Saúde de Santo Antônio Leverger, Hamilton José da Silva. “O hospital está recebendo investimento em torno de R$ 100 mil por mês, para pagamento de funcionários e compra de medicamentos”, contou.

Já no município de Canarana, o hospital está sete meses sem receber o repasse do governo e que o valor que a unidade deve receber é de ao menos R$ 3 milhões, segundo o prefeito da cidade, Fábio Faria. “Temos para receber em torno de R$ 3 milhões e estamos cortando gastos com funcionários”, disse.

O levantamento realizado pela AMM apontou uma dívida de mais de R$ 68 milhões para os 141 municípios do estado, explicou o presidente da entidade, Neurilan Fraga. “Grande parte disso se refere ao ano passado. O governo ainda está devendo dois meses do ano passado”, disse.

No ano de 2016, o governo deixou de repassar mais de R$ 33 milhões para a atenção básica, farmácia, setores de média e alta complexidade. Neste ano, a dívida aumentou para mais de R$ 35 milhões referentes aos meses de junho e julho. “A justificativa da falta de dinheiro continua sendo a crise”, disse Neurilan.

O que dizem sobre isso?

  1. Arrecadação pouca é conversa fiada! O roubo, desvios, falcatruas, pilantragens é que aumentou! No fim de sua administração (governo e escalões)sabe que vai ter que gastar uma grana "preta" para tentar não ir preso, já está guardando desde agora, roubando a sociedade, a saúde, a segurança, para não gastar do seu e o que sobrar usufruir pagando seus machos!

Comente, sua opinião é Importante!

Pontuando rodapé