EM DEFESA DA SOCIEDADE

TCE abril

Audiência de votação da PEC na ALMT é adiada e servidores comemoram

Além da falta de quórum, o presidente da Assembleia Legislativa decidiu adiar a votação do projeto após acordo com Sinetran.

Sindicatos

Redação 1072 acessos 2

Audiência de votação da PEC na ALMT é adiada e servidores comemoram

A audiência para votação do Projeto de Emenda Constitucional (PEC), que estava marcada para esta terça-feira (3) na Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), foi adiada pelo presidente da Casa de Leis, Eduardo Botelho (PSB). As galerias estavam lotadas com sindicalistas mostrando ser contra a aprovação do projeto e tentarem impedir a votação.

O presidente da ALMT decidiu adiar a votação após acordo verbal feito com o Sindicato dos Servidores do Departamento Estadual de Trânsito (Sinetran). Além do acordo, a audiência foi adiada tambeém pelo presidente da Mesa Diretora por falta de quórum. 

O projeto de teto de gastos, visa congelar o orçamento do governo do Estado de Mato Grosso durante 10 anos. Para o Fórum Sindical, isso é reflexo da má gestão do governo na saúde, educação e segurança.

“E assim caminha o Estado. Apontando uma crise fictícia com recursos públicos sobrando nos poderes e renúncia e incentivos fiscais, enquanto a população míngua nos corredores dos hospitais e demais unidades públicas de saúde por todo o Mato Grosso”, reclamou  um dos representantes do Fórum Sindical, Oscarlino Alves.

O coordenador do Fórum Sindical e secretário de Finanças do Sindicato dos Trabalhadores no Ensino Público de Mato Grosso, Orlando Francisco, diz que eles pedem a retirada da PEC, pois mesmo que hajam emendas, a proposta tratará muitos prejuízos.

“Enquanto o Governo concede R$ 3,5 bilhões de incentivo fiscal, querem que a população pague a conta. Retirar a proposta de votação significa mais tempo para discussão e avaliação junto à sociedade”, avalia Francisco.

No dia 26 de setembro, foi realizada a audiência na Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT) e passará por 1ª votação prevista até o dia 4 de outubroOs servidores do estado protestaram no dia da audiência contra a PEC. O Fórum Sindical se reuniu com deputados de oposição do governador Pedro Taques (PSDB), buscando aliados para não votarem a favor do projeto.

CONVITE

O Fórum Sindical convida a todos servidores e população mato-grossense a se juntarem às demais categorias dos trabalhadores do serviço público na luta contra a PEC do teto de gastos. 

Convidamos todos a comparecerem, na manhã desta quarta-feira (4) na Assembléia Legislativa de Mato Grosso, à 9h, para protestarem contra esse projeto que será altamente prejudicial a sociedade. Está previsto na audiência de hoje na Casa de Leis, o teto a votação do teto de gastos.

O que dizem sobre isso?

  1. Não vejo a hora de terminar esse governo, espero que o próximo trate direito o servidor público estadual. Acabe com esse apadrinhamento de comissionados(as) que nada fazem nas secretárias. Quer comissionado(a) chama um ou dois no máximo para ser secretário(a) e ficar batendo carimbo. Agora, entupir a máquina pública de gente assim só acaba com o estado. Você vai na PGE e olha o tanto de comissionado(as) tudo parente ou amigo do povo de lá. E a turma que estudou que nem um condenado pra passar no concurso tá ai esperando já há quase 1 ano. Chamaram meia dúzia e pronto. ACABE LOGO GOVERNO!!! QUE O PRÓXIMO RESPEITE MAIS O SERVIDOR E QUEM ESTUDOU PARA SER UM. NÃO ESSE BANDO DE ATOA

  2. E vamos que vamos hojeeeeeeee de novo fazer barulho naquela Assembleia. Esse projeto não pode ser aprovado. Tudo irresponsável que criou esse projeto.

Comente, sua opinião é Importante!

Pontuando rodapé