EM DEFESA DA SOCIEDADE

TCE Fevereiro

Agentes penitenciários suspendem paralisação, mas podem retomar nesta quarta-feira

O Sindspen informou que o governo irá apresentar uma proposta na segunda-feira (30) e categoria irá decidir se aguardam ou voltam com a paralisação

Sindicatos

Redação 464 acessos 3

Agentes penitenciários suspendem paralisação, mas podem retomar nesta quarta-feira
Claryssa Arruda

Após reunião com a Secretaria da Casa Civil, os agentes penitenciários de Mato Grosso decidiram suspender a paralisação, nesta terça-feira (24), em que estavam trabalhando com "Operação Padrão". Esta operação mantinha os serviços essenciais, suspendendo apenas as visitas dos familiares aos detentos desde sábado (21). A categoria continuou com a paralisação, mesmo após decisão judicial declarando a greve ilegal, determinando a retomada das funções. 

O presidente do Sindicato dos Servidores Penitenciários do Estado de Mato Grosso, João Batista, explicou que ficou decidido suspender o movimento, pois o governo se comprometeu em apresentar uma proposta. Lembrando que os agentes votaram em assembleia para a paralisação, após milhares de tentativas de acordo com o governo e não conseguirem. Os servidores cobram atualização da tabela salarial, já que segundo a categoria é a segunda no quesito de pior remuneração e periculosidade no Estado.

"Lutamos pela recomposição da tabela salarial, que é considerada uma das piores tabelas do serviço público, apesar de ser uma das carreiras mais essenciais, insalubres e arriscadas”, afirmou João Batista ao Muvuca Popular.

O sindicato explica que os agentes só mudarão de posição, quando o governo parar de “desdenhar” da categoria. Uma nova reunião foi marcada para a próxima segunda-feira (30) para que o governo apresente sua proposta. João Batista informou que se reunirá em uma nova assembleia com a categoria para repassar as informações da reunião com o governo. 

"Teremos uma nova assembleia hoje a tarde para apresentar os resultados da reunião com o governo que pediu até segunda-feira para dar uma resposta. Então, a categoria vai dizer se volta a operação padrão ou aguarda até segunda", explicou.

Operação Padrão

Os agentes deixam apenas serviços essenciais funcionando. A segurança das unidades penitenciárias serão as únicas mantidas integralmente. Já os serviços de escoltas, serão feitos apenas em caso de emergência de saúde do preso. E, as visitas de familiares e amigos dos detentos são suspensas.

Movimento Ilegal

A decisão de 'paralisação ilegal' foi do desembargador, João Ferreira Filho, do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT), que determinou aos servidores a retomada de suas funções imediatamente. Segundo o desembargador, os servidores iniciaram a greve sem o aviso prévio de 72 horas para o início da greve. Na decisão, que caberia recurso, constava multa diária de R$ 50 mil.

No entanto, o sindicato informou que ainda não tinha sido notificado com a decisão, que declarou ilegal. Mas, afirmou que assim que forem notificados, a assessoria jurídica irá providenciar o recurso de defesa para a Justiça. 

O que dizem sobre isso?

  1. não acredita nesse governo é caloteiro e vingativo não cumpre com a palavra e ele esta perdido não sabe o que faz é moralista falso ele deu pro funcionario da SEFAZ 15% de de AVI

  2. ENQUANTO ISSO O DETRAN ARTICULA PARA FICAR FORA DA PEC. O ARTIGO PUBLICADO NESTE JORNAL, QUE TRATAVA DO TEMA FOI MISTERIOSAMENTE REMOVIDO. E AI , O RESTO DO FUNCIONALISMO PÚBLICO VAI FICAR DENTRO DA PEC E OS GATINHOS DO DETRAN DE FORA!!!

  3. Não podem dar mole não. Continuam com a paralisação mesmo até segunda, se apresentarem uma proposta né, porque o Detran está aí atá hoje.

Comente, sua opinião é Importante!

Uninter - Banner JPG