EM DEFESA DA SOCIEDADE

Bom de bola prefeitura cuiaba novembto

Policiais da Rotam ensinam técnicas de pilotagem segura a motociclistas

Trinta alunos, entre eles duas mulheres, tiveram aulas com motociclistas do Comando de Ação Rápida.

Social

Redação 722 acessos

Policiais da Rotam ensinam técnicas de pilotagem segura a motociclistas

Trinta motociclistas, entre os quais duas mulheres, fizeram o 1º Curso de Pilotagem Defensiva do Batalhão Rotam (Ronda Ostensiva Tático Móvel) da Polícia Militar. Realizado no último sábado (04.02), por meio do Projeto ‘Pilote’, o curso foi oferecido gratuitamente e teve duração de oito horas/aulas entre teoria e prática.
 
Moradora do distrito de Nossa Senhora da Guia, a 30 quilômetros do centro de Cuiabá, a estudante Iara Aires, 19 anos, tem a moto como principal meio de transporte e diz que fazer esse curso foi uma grande experiência de vida.
 
Ela conta que apreendeu, entre outras técnicas, como avaliar riscos e agir com mais segurança. Citando algumas situações, Iara observa que agora sabe um pouco mais o que fazer, com mais rapidez, quando outro veículo cruzar a sua frente de forma inesperada, além de pilotar em pista molhada minimizando os perigos.  
 
Também morador da Guia, Vanderson Neves dos Santos, 23 anos, é soldado do Exército. Todos os dias ele pilota 60 quilômetros no percurso de ida e volta do trabalho. Habilitado há cinco anos, Vanderson tem certeza de que conseguiria evitar o acidente que sofreu ano passado, quando pilotava pela Avenida Tenente Coronel Duarte (Prainha), se tivesse feito este curso.
 
Conforme o motociclista, ele trafegava no chamado “ponto cego” e caiu ao ser fechado por um carro. Felizmente, recorda, sofreu apenas escoriações. “Agora sei fugir do ponto cego, para minha própria segurança”, assinala.
 
“Diferente das aulas que fiz para tirar a habilitação (CNH), que ensinam só o suficiente para ser aprovado, nesse curso apreendi muito. A pilotar com segurança, minha segurança e dos outros, calculando riscos nas mais diversas situações, inclusive no tempo de frenagem”, destaca.
 
Comandante do CAR da Rotam e instrutor do curso o tenente Marcos Ferreira Oliveira observa que a ideia do ‘Pilote’, criado especificamente para ensinar técnicas de pilotagem segura, surgiu da observação de acidentes envolvendo motociclistas.
 
“Percebemos que a maioria são acidentes graves, que poderiam ser evitados com técnicas básicas”, acrescente. Marcos diz que além do excesso de velocidade e imprudência, muitos acidentes ocorrem por desconhecimento sobre o veículo que pilotam e como agir nas emergências.
 
Ele explica que a postura do motociclista sobre a moto, a calibragem dos pneus, conhecimento sobre o veículo e muitas outras questões podem influenciar na segurança. Além das técnicas de pilotagem, os alunos aprenderam que pilotagem defensiva significa tomar cuidado por si e pelos demais usuários do trânsito.        
 
O comandante do Batalhão Rotam, tenente-coronel Fernando Augustinho de Oliveira Galindo, diz que o curso tem como objetivo compartilhar técnicas e experiências. E, principalmente, capacitar os motociclistas a uma condução segura, avaliando fatores de risco e condições adversas à pilotagem.
 
Participantes
 
A indicação de grande parte dos participantes ficou a cargo das lideranças comunitárias, como os presidentes dos Conselhos Comunitários de Segurança (Consegs) de Cuiabá e Várzea Grande.
 
O curso foi gratuito e cada motociclista ainda recebeu uma camiseta manga comprida com símbolo da Rotam e do projeto ‘Pilote’. A meta do comando da Rotam é realizar novas edições do curso ao longo deste ano.
 

Comente, sua opinião é Importante!

Uninter - Banner JPG