Selma Arruda defende que mulheres trabalhem até os 65 anos  | MUVUCA POPULAR

Sábado, 23 de Fevereiro de 2019

POLÍTICA Terça-feira, 12 de Fevereiro de 2019, 13h:29 | - A | + A




Aposentou aos 55

Selma Arruda defende que mulheres trabalhem até os 65 anos

Por: Helena Corezomaé

selma 44.jpeg

 

Incoerente, a senadora Selma Arruda (PSL), que se aposentou aos 55 anos de idade, defende que as mulheres trabalhem até os 65.

A parlamentar, que é a favor da urgência na aprovação do projeto da Reforma da Previdência, que está atualmente recebendo ajustes finais, defendeu a igualdade na idade mínima para aposentadoria, tanto para homens, quanto para mulheres.

"Há muitos homens que estão em casa, cuidando das crianças, fazendo jornada dupla, enquanto que existem muitas mulheres, que hoje sustentam a família, e quando chegam em casa, já cansadas, o marido já deu conta do trabalho", declarou.

Para parlamentar, um aumento de cinco anos de contribuição, tanto para servidores públicos como trabalhadores da iniciativa privada, é um ponto necessário.

“O tempo de contribuição poderia aumentar em torno de cinco anos daquilo que é hoje. Para todos, inclusive para os servidores públicos. A aposentadoria compulsória pode continuar em 70 anos de idade, como é hoje, porque é uma boa idade”, afirmou.

Desde a sua campanha, a senadora já deixou claro que defendia a reforma da previdência. Porém, em nenhum momento pensou nas especificidades das mulheres.

“A nossa expectativa de vida subiu, portanto tem que haver um reajuste na idade limite de aposentadoria, acho que isso é ponto pacífico”, tentou defender em entrevista.

Ao contrário da ex-juíza, o senador Wellington Fagundes (PR) defende a necessidade de uma reforma profunda na Previdência Social, mas se posicionou contra a equiparação da idade mínima de aposentadoria entre homens e mulheres.

Fagundes citou como argumento dados do Fórum Econômico Mundial, que projeta para 202 anos o fim da desigualdade salarial entre homens e mulheres. O republicano argumenta que a idade mínima igualitária de aposentaria é injusta para as trabalhadoras. 

“A mulher tem que fazer jornada dupla, principalmente a mulher trabalhadora com menor remuneração”, declarou.  

 

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

(15) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do MPopular. Clique aqui para denunciar um comentário.

Luiz - 13-02-2019 20:34:43

Ela foi financiado pela elite soberba, tem que defender o interesse dos grupos, agronegócio, das corporações empresarial das multinacionais, dos banqueiros e dos monopólios, não tá nem aí com os trouxas quê acreditaram nas falsas promessas, só defende os beneficiários da facatrua dessa bacana. E se arrependeu vão ter que aguardar 8 anos se ambos tiver vivos para dar o troco. Se não sabe votar façam como os 43 milhões de eleitores quê não votaram em ninguém, pois só tem tranqueiras que estão lá em Brasília. Só pra ferrar com povo e os trabalhadores, que terão de trabalhar até seu leito de morte para se aposentar, Cruz credo sheu mano vira essa boca pra lá vote. É só piada

Responder

1
0


Carlos Nunes - 13-02-2019 16:15:43

E o pessoal ainda acredita nisso? Isso é puro fake news, só pra DESMORALIZAR a Juíza SELMA. Quando? Onde? Ela disse isso. Quando ela vier pra Cuiabá perguntem diretamente...aí, vão ouvir sua opinião sincera. A Juíza passou a vida inteira batendo de frente contra o Crime Organizado, as Facções, os Traficantes, os Corruptos, as Máfias de Mato Grosso, mandou vários chefões do crime pra cadeia...mas foi só falar que talvez fosse candidata que montaram um monte de fake news pra DESMORALIZA-LA. Tem uma turma que gosta é de bandidos...e odeia os juízes. Esse é o Brasil, terra das inversões dos valores tremenda.

Responder

1
4


Carla - 13-02-2019 16:08:53

Corajosa mesmo. https://www.digorestenews.com.br/2019/02/professora-corajosa-desabafa-em-nota-e.html

Responder

0
0


Luciana - 13-02-2019 13:51:48

Ai mulherada pobre que votou nela, vão trabalhar até 65.... bem feito

Responder

3
1


Ivana Perez - 13-02-2019 11:58:04

Ta ai a prova de que o povo não sabe votar, ainda mais as mulheres, votam em homens e mulheres que não pensam nem um segundo, sem nenhuma proposta para a categoria feminina. Antes de votar por ódio ou sei la o que, pensem no seu que esta na reta, avalie as propostas do candidato. Nem essa nojenta ai e nem o governador e o presidente eleitos tinham proposta para as mulheres. Vão mulherada pela cabeça de seus machos... tomaaaa!!

Responder

8
1


INDIGNAÇÃO - 13-02-2019 11:34:22

E ela tá certa.

Responder

1
11


Angelo Da Mata - 13-02-2019 09:49:28

Essa mulher usou de caixa 2 na sua campanha, segundo Sérgio Moro, político que se elege com recurso não declarados é trapaceiro. Então, o que esperar????

Responder

13
0


Lidia AlmeidaEvanete Figueiredo - 13-02-2019 09:44:15

Já está aposentada né... As outras que se lasquem

Responder

16
0


Lidia Almeida - 13-02-2019 09:43:51

Triste, pra nós...políticos podres, essa daí não é diferente...nojo ????????

Responder

14
0


Claudinei Martins - 13-02-2019 09:43:18

BEM FEITO PARA OS BÓBÓ CHEIRA CHEIRA QUE VOTARAM NELA KKKKKKK

Responder

15
0


Débora Müller Padilha - 13-02-2019 09:42:44

Ela é aposentada? Ou vai tentar se aposentadoria de político?

Responder

13
0


Osvaldo Tancredo - 13-02-2019 09:42:22

Justo. Aplicando a ideologia da igualdade

Responder

1
11


Dora Ogeda - 13-02-2019 09:42:00

Eu acho é pouco. Quem votou nela que cobre

Responder

10
0


Isabel Santana - 13-02-2019 09:32:26

Não foi pra isso que a colocamos aí Senadora, foi pra defender nossos direitos.

Responder

11
2


Edvaldo Figueiredo - 13-02-2019 09:30:18

Gente não pode votar em pessoas aposentada, essa é aposentada deve lá ganhar seus 32mil como juíza,aí a metade do povo vota,tai a resposta das urnas o voto.

Responder

13
0


15 comentários