Marcos Marrafão | MUVUCA POPULAR

Segunda-feira, 24 de Junho de 2019

ARTIGOS Sexta-feira, 14 de Junho de 2019, 10h:50 | - A | + A




Aplicativo de transporte individual não cobra por

Marcos Marrafão

Marcos Marrafão (1).jpg

 

Com esses dias de greve no transporte coletivo de Cuiabá e Várzea Grande as pessoas tiveram que fazer uso de outros tipos de transporte como mototáxi, táxi e também transporte por aplicativo. E com a demanda, a taxa de serviço variou de 25 a 40%.

A situação foi tão absurda e exploradora que uma corrida por aplicativo de Cuiabá a Várzea Grande chegou a ser cobrado o valor de R$ 140,00 em aplicativos individuais.

É comum a tarifa ser diferente em caso de shows em que é cobrada a corrida dinâmica, onde o valor calculado varia em função da quantidade de chamados x quantidade de veículos disponíveis na região, se houver poucos carros o valor chega a muitas vezes o valor original.

Parece bom para o motorista, mas a verdade é que a taxa de serviço cobrada também varia e por consequência, o ganho percentual também diminui (a taxa de serviço varia, no mais popular de 25% a 40%).

Já na Agili, funciona diferente, o usuário não tem surpresas, nossa cobrança dinâmica, varia em função do horário, não da quantidade de veículos disponíveis na região. Porque a intenção é prestar um bom serviço e quando você contrata automaticamente você já sabe o valor a ser pago.

Sabemos que numa tarifa usualmente de aplicativos a tarifa dinâmica convencional chega a 400%, na Agili o cliente não tem surpresa, no mesmo exemplo do show, o cliente vai e volta pagando o mesmo valor, considerando que é uma corrida com tarifa noturna, e média 30% de diferença para uma corrida diurna.

Além disso, a taxa de serviço é de 8% fixa e não varia, entretanto estamos com período promocional, onde a taxa para o motorista (nestes 30 dias) é de 0%, isso mesmo, 0% não paga nada. Então compensa para o motorista te buscar ou te levar.

Vale lembrar que independente da situação, ainda devemos pesquisar o melhor preço oferecido pela praça para depois optar e chamar.

Marcos Marrafão é sócio-idealizador do aplicativo Agili

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do MPopular. Clique aqui para denunciar um comentário.

comentários