Digitalização de pedidos de benefício ajudou a aumentar fila do INSS, avalia secretário | MUVUCA POPULAR

Segunda-feira, 27 de Janeiro de 2020

BRASIL Quinta-feira, 16 de Janeiro de 2020, 12h:59 | - A | + A




GOVERNO SURREAL

Digitalização de pedidos de benefício ajudou a aumentar fila do INSS, avalia secretário

 A digitalização do serviço de requerimento de benefícios no INSS contribuiu para aumentar a fila de pedidos no órgão. A avaliação foi feita na manhã desta quarta-feira (dia 16), pelo secretário especial de Desburocratização, Gestão e Governo Digital, Paulo Uebel. Em café com jornalistas, Uebel afirmou que o governo planeja melhorar os sistemas internos neste ano para evitar novos acúmulos.

No ano passado, a digitalização de serviços no INSS foi apresentada pela equipe econômica como principal caso de sucesso do processo de ampliação do acesso a órgãos do governo por meios como internet e telefone. Hoje, 100% dos benefícios são feitos de forma digital.

Esse processo inflou o número de pedidos que chegam ao órgão e os sistemas não estavam preparados para a alta da demanda, impulsionada ainda pela corrida para se aposentar antes da reforma da Previdência.

Realizamos a transformação digital dos serviços prestados ao cidadão. O que fosse levar seis meses para entrar, antecipou a demanda. Isso foi uma questão que a transformação digital levou. Ao longo desse ano, o foco da transformação é melhorar os processos internos. Esse é o foco de 2020 — afirmou Uebel.

A crise no INSS levou a questionamentos sobre a necessidade de contratar mais servidores para o instituto. Só no ano passado, mais de 6 mil funcionários se aposentaram. O secretário especial adjunto de Desburocratização, Gestão e Governo Digital, Gleisson Rubin, pontuou, no entanto, que o órgão foi o que mais recebeu novos funcionários na última década: foram cerca de 8.900 contratações.

A gente acredita que se tivéssemos começado a digitalização mais cedo, possivelmente esses efeitos seriam mais brandos — frisou Gleisson.

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

(1) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do MPopular. Clique aqui para denunciar um comentário.

Carlos Nunes - 16-01-2020 16:34:03

Ih! Fila do INSS é o menor dos problemas...o trabalhador e a trabalhadora, quando querem aposentar, quase tem um enfarte, quando informam que o tal do CNIS - Cadastro das Informações Sociais, que é o principal subsídio da Aposentadoria, tá DESATUALIZADO...Não tem informações sobre os empregos que o cara teve há 20, 30 anos...e sem essas informações o pedido de Aposentadoria é INDEFERIDO. É emprego registrado na Carteira de Trabalho que não tá no CNIS, é carnê que o cara contribuiu durante anos, que não tá no CNIS. Se, por acaso, o cara perder, extraviar, a Carteira ou o carnê, tá FUSILADO. Todas essas informações eram pra constar no CNIS e não estão. Conheço várias pessoas que tão nessa situação, só aqui em Cuiabá. São contribuições antigas que não tão no CNIS, e o cara não consegue aposentar de jeito nenhum....principalmente se perdeu a carteira de trabalho, e a firma onde ele trabalhou há 20 ou 30 anos, já fechou, porque faliu faz tempo...ou se perdeu os carnês de contribuição do INSS. A solução é atualizarem o CNIS de todos os trabalhadores do Brasil, porque o trabalhador não tem culpa pela incompetência dos governos que passaram, que não mantiveram o CNIS atualizado. Já pensou quanto vai custar pra atualizar o CNIS de milhões de trabalhadores.

Responder

1
0


1 comentários

coluna popular
Alexandre Rotta foi contratado para evento gospel
Obra deveria ter ficado pronta para a Copa 2014
31 anos
Erro comum do programa
Ânimos acirrados

Últimas Notícias
27.01.2020 - 18:56
27.01.2020 - 18:07
27.01.2020 - 18:00
27.01.2020 - 17:17
27.01.2020 - 16:50




Informe Publicitário