Novo ministro da Educação, Feder defendeu fim do MEC e privatização total do ensino | MUVUCA POPULAR

Quarta-feira, 12 de Agosto de 2020

BRASIL Sexta-feira, 03 de Julho de 2020, 13h:56 | - A | + A




GOVERNO PRAVATIZADOR

Novo ministro da Educação, Feder defendeu fim do MEC e privatização total do ensino

Novo ministro da Educação, Renato Feder, 41, já defendeu a extinção da pasta e a privatização de todo o ensino público, a começar pelas universidades. A proposta, que incluía a concessão de vouchers para as famílias matricularem os filhos em escolas privadas, está no livro Carregando o Elefante – como transformar o Brasil no país mais rico do mundo, de 2007. A reportagem é do jornal Folha de S.Paulo. 

A publicação é um compilado de críticas e sugestões para as diversas áreas da administração pública brasileira, idealizadas por Feder e seu antigo colega de trabalho, Alexandre Ostrowiecki. Quando assumiu a secretaria de educação do Paraná, porém, ele afirmou que mudou de ideia sobre opiniões apresentadas no livro, incluindo a de privatização do ensino.

Segundo a reportagem, para os autores, deveriam ser mantidos apenas oito ministérios e as funções das pastas da saúde e educação deveriam ser transferidas para agências reguladoras. “Muitos ministros acabam não conseguindo nem falar com o presidente e assumem papel decorativo”, afirmam.

Eles sugerem a privatização de todo o ensino, com a implantação do sistema de vouchers, em que famílias receberiam uma espécie de cupom com o qual matriculam os filhos em uma escolar particular, informa a reportagem.

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

(3) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do MPopular. Clique aqui para denunciar um comentário.

alex r - 06-07-2020 07:47:43

Tái um ministro pego no curral ... que idiota .... Alguém tem que falar para a anta que quem pode pagar colégio para filho já paga... Se a criança tá no ensino público é pq os pais não tem condições de levar para uma escola privada ... muitas crianças vão a escola pelo simples fato da merenda ... Idiota!!!!

Responder

2
0


Aldo - 03-07-2020 17:53:18

O fim da educação esse governo decretou quando assumiu se mandato em 2019. Até agora não demonstrou interesse algum pela educação, não tem projeto nenhum na área da educação. Até agora o próximo será o quarto ministro da educação de seu governo. Não dá para entender onde vai parar a educação brasileira nas mãos desse governo.

Responder

5
2


olavo - 03-07-2020 23:59:51

pior que já tá não fica!!! PISA perde até pra bolívia.

Responder

2
3


3 comentários

coluna popular
Revezamento entre presencial e teletrabalho
Eleição municipal
Segunda votação antes de ser sancionada
Antigos jargões entram em cena
“Retorno às origens”

Últimas Notícias
12.08.2020 - 19:00
12.08.2020 - 18:33
12.08.2020 - 18:00
12.08.2020 - 16:52
12.08.2020 - 15:45




Informe Publicitário