Vaza Jato: Moro autorizou ação contra filha de empresário para pressioná-lo a se entregar | MUVUCA POPULAR

Sábado, 19 de Outubro de 2019

BRASIL Quarta-feira, 11 de Setembro de 2019, 08h:49 | - A | + A




Vaza Jato: Moro autorizou ação contra filha de empresário para pressioná-lo a se entregar

“Três agentes da Polícia Federal portando metralhadora ingressaram na residência da paciente de forma truculenta, exigindo, aos berros, que ela revelasse o atual paradeiro do seu genitor, sob ameaça de ‘evitar dor de cabeça para seu filho’”, afirmou a de


redacaomuvuca@gmail.com

cats (1).jpg

Moro e Bolsonaro | Foto: Marcos Corrêa/PR

Nova reportagem da Vaza Jato, divulgada pelo site The Intercept nesta quarta-feira (11) revela mais um método sórdido de investigação dos procuradores da força-tarefa em conluio com o ex-juiz e atual ministro da Justiça, Sergio Moro.

Nos diálogos em 1º de fevereiro de 2018 no grupo “filhos de Januário”, os procuradores tramam uma ação de busca e apreensão contra Nathalie Angerami Priante Schmidt para pressionar o empresário luso-brasileiro Raul Schmidt, que ficou foragido da justiça em Portugal por alguns, a se entregar.

“Prezados, gostaria de submeter à análise de todos a questão da operação na filha do Raul Schmidt.. basicamente, ela está envolvida em algumas lavagens por ser beneficiária de uma offshore do pai.. pensamos em fazer uma operação nela para tentar localizá-lo”, escreve o procurador Diogo Castor de Mattos aos colegas, que aprovam a ideia no grupo.

Deltan Dallagnol se pronuncia colocando em dúvida se Nathalie estaria “realmente envolvida em crimes”. “Mas o que ganha? -salvo se realmente achar que ela tá envolvida nos crimes, não haverá provas deles -quanto à localização dele, pode até achar, mas terá poucas horas pra prendê-lo, ou menos de poucas horas, tendo de mobilizar polícia fora em país que não sabem qual em território de fronteiras abertas UE (SIC)”, diz.

Em ação

O plano foi colocado em ação e a Lava Jato enviou petição a Moro para poder confiscar o passaporte de Nathalie e cumprir o mandato de busca e apreensão. Em 5 de fevereiro, o ex-juiz negou o pedido, afirmando que não havia comprovação suficiente de culpa e que o nome dela era inédito nas investigações até ali.

Em maio, os procuradores usaram os mesmos argumentos em nova petição, com urgência, para o cumprimento das medidas contra Nathalie, afirmando que Raul “se evadiu” ao ser procurado pelas autoridades.

Desta vez, Moro acatou o desejo dos procuradores, sem qualquer incremento nas provas contra ela e a ação foi desencadeada. Nathalie teve o passaporte retido e foi alvo de busca e apreensão em casa, no Rio de Janeiro, em 24 de maio. Segundo a defesa alegou quatro dias depois em pedido de habeas corpus ao Tribunal Regional Federal da 4ª Região, “três agentes da Polícia Federal portando metralhadora ingressaram na residência da paciente de forma truculenta, exigindo, aos berros, que ela revelasse o atual paradeiro do seu genitor, sob ameaça de ‘evitar dor de cabeça para seu filho’”, referindo-se à criança dela, um menino então com sete anos.

A extradição de Raul foi arquivada pela justiça portuguesa em janeiro de 2019, e o Ministério Público do país recorre da sentença desde então. Nathalie foi denunciada pela Lava Jato por lavagem de dinheiro pela compra do imóvel em Paris no final de 2018, mas o caso corre, até hoje, sob sigilo.

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

(2) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do MPopular. Clique aqui para denunciar um comentário.

Carlos Nunes - 12-09-2019 07:38:01

Enquanto isso...o Impostômetro marca nesse momento que o povo brasileiro já pagou de Impostos este ano...1 TRILHÃO E 712 BILHÕES DE REAIS...e a Imprensa revelou que 29% desse TRILHÃO tá escoando pelo ralo da Corrupção. MORO, DALLALGNOL, foram é muito moles com a Corruptália...deviam ter sido mais duros, IMPLACÁVEIS. Deviam ter armado várias ARAPUCAS pra pegar os malandros. Na certa o povo brasileiro tá cansado de pagar Impostos e ser saqueado pela Corruptália. Na verdade o povo brasileiro não aguenta mais...quer que a Corruptália se FERRE, seja ela ex-presidente, ex-governador. Os 29% do TRILHÃO vão fazer uma falta danada na Saúde, na Educação, na Segurança, em setores essenciais pro povo brasileiro. Tio Datena já disse mil vezes: chega de ficar passando a mão na cabeça da bandidagem, dos Corruptos...tem que FERRAR todos eles.

Responder

2
1


Carlos Nunes - 11-09-2019 16:05:34

Ih! Corruptores, Corruptos e Laranjas são espertos pra burro. Essa turma dá nó até em pingo d'água, como diz o ditado popular...a ponto dos mais de 70 Executivos delatores da Odebrecht dizerem: durante mais de 30 anos, montamos um Departamento só pra correr propina...víamos quem tinha potencial pra receber propina e comprávamos o cara. Se não detivessem essa turma, ficariam MAIS 30 ANOS comprando vários caras...Pra pegar essa turma toda, tem que ser MAIS espertas do que ela, senão ficam impunes. MORO, DALLAGNOL, suaram pra pegar muitos deles. Foi um verdadeiro jogo de xadrez...pra dar o xeque, e o xeque mate, tem quer ser criativo a beça. Mexer nas peças certas...senão não pega ninguém, NUNCA. Nunquinha. Tem que dar é uma Medalha pro MORO e outra pro DALLAGNOL, por FERRAREM vários Corruptores, Corruptos e Laranjas. FERRARAM tanto, mandaram vários PODEROSOS, incluindo ex-presidente, ex-governador, pra cadeia...que a turma do mal até contratou uns Hackers espiões, mercenários, pra RAQUEAR, DETONAR a Lava-Jato, DESMORALIZAR a Justiça Federal, o Ministério Público. Afinal de contas Cadeia no Brasil era só pra pobre, p... e p... Não era pra PODEROSO, nem pra ex-presidente, nem pra ex-governador. A University of Notre Dame concedeu pro Juiz MORO o título de Doctor Laws Honoris Causa, pelo grande serviço prestado contra a Corrupção no Brasil. O Brasil precisa de vários MOROS pra varrer a Corrupção. Ou a gente acaba com a Corrupção de vez...ou a Corrupção vai continuar acabando com o Brasil.

Responder

3
0


2 comentários