Médica que atropelou e matou verdureiro segue solta | MUVUCA POPULAR

Quinta-feira, 25 de Abril de 2019

CIDADES Domingo, 14 de Abril de 2019, 09h:49 | - A | + A




Impunidade

Médica que atropelou e matou verdureiro segue solta

medica

 

Há um ano, no dia 14 de abril de 2018, o verdureiro Francisco Lúcio Maia morreu após ser atropelado por um casal de médicos na Avenida Miguel Sutil, em Cuiabá.

À época, a médica Letícia Bortolini, após atropelar Francisco, fugiu do local. Ela foi presa na casa dela, em um condomínio da capital. Ela se recusou a fazer o teste do bafômetro, entretanto, segundo a polícia, estava com sinais de embriaguez.

Ela foi solta dois dias depois sob a alegação de que ela tem um filho com 1 ano de idade e que precisa dos cuidados dela. Desde então, ela permanece em liberdade, atuando como médica na capital.

A vítima, Francisco Lúcio Maia, de 48 anos, empurrava um carrinho de verdura para o canteiro da avenida quando foi atingido pelo automóvel, conduzido pela médica.

Letícia é proprietária de uma clínica particular, no Bairro Bosque da Saúde, e atua como dermatologista.

O atropelamento do verdureiro ocorreu por volta de 20h do dia 14 de abril. O veículo da médica seguia pela Avenida Miguel Sutil, sentido bairro/Centro.

A vítima foi atingida pelo veículo no momento que terminava de atravessar o via.

O verdureiro tentava subir com seu carrinho na calçada quando foi atingido pelo carro e morreu no local.

O veículo não parou para prestar socorro e foi encontrado em um condomínio no bairro Jardim Itália, na capital, após uma testemunha seguir o veículo e informar a polícia.

Uma testemunha viu a cena e seguiu o carro da médica, que entrou em um condomínio no Bairro Jardim Itália, em Cuiabá.

A filha da vítima, Francenilda da Silva, diz que espera justiça. “Meu pai era um homem de bem. A morte dele é muito dolorida. Ele merece ser reconhecido e que as leis sejam aplicadas de forma correta”, afirmou.

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do MPopular. Clique aqui para denunciar um comentário.

comentários