Aluno da Escola Militar Tiradentes é aprovado em medicina na UFMT | MUVUCA POPULAR

Terça-feira, 24 de Novembro de 2020

CUIABÁ Sábado, 01 de Fevereiro de 2020, 07h:34 | - A | + A




Aluno da Escola Militar Tiradentes é aprovado em medicina na UFMT

 Foto: PM/MT

O comandante geral da Polícia Militar coronel Jonildo José de Assis recebeu nesta sexta-feira (31.01), em seu gabinete, no Quartel do Comando Geral, os estudantes da Escola Militar Tiradentes de Cuiabá João Victor Barbosa Quidá da Silva (22), e Heloise de Sousa (18), aprovados no Enem para Medicina (UFMT) e Engenharia da Computação (IFMT), respectivamente.

João Victor foi o terceiro colocado em Medicina e Heloise a primeira em Computação. A lista de aprovados do Tiradentes, ainda parcial, também tem alunos que vão cursar Engenharia Elétrica (Raíza Lenza), Ciências Contábeis (Carlos Henrique), Estatística (Luara) e Química (Eduardo Henrique).

Atendendo ao convite do comandante também participou do encontro, o médico oftalmologista Renan Ferreira, ex-aluno da Escola Militar Tiradentes de Cuiabá. Os três foram homenageados com a ‘moeda símbolo’ da PMMT.

Ao homenageá-los o coronel Assis destacou a importância de reconhecer e valorizar o esforço daqueles que mantém a disciplina, dedicação e responsabilidade para cumprir metas e alcançar objetivos. “É um ato justo”, pontuou o comandante.

Agora calouro de Medicina do curso mais concorrido da UFMT, João Victor disse ao comandante e outros oficiais que os ensinamentos da Escola Militar Tiradentes foram fundamentais para a realização de seu grande sonho de cursar Medicina.

"Na Escola Militar aprendi a ter disciplina, focar nos estudos. Também que não seria fácil, que a jornada é árdua”, observou. João contou que abriu mão do lazer, da diversão, para focar na aprovação em Medicina mantendo o pensamento que depois da aprovação teria tempo para aproveitar.

A estudante Heloise de Souza, primeira colocada em Engenharia da Computação, já havia concluído o ensino médio como a primeira na nota geral da Escola Tiradentes de Cuiabá. Para ela, ter disciplina, como aprendeu na Tiradentes, foi essencial, fez diferença não apenas em sua caminhada estudantil.

“Aprendi a importância de ter uma rotina de estudos e manter o foco e disciplina para cumprir o que planejamos”, diz. Engenharia da Computação era a primeira opção de Heloíse desde o início do ensino médio.

O oftalmologista Renan Ferreira (34) estudou na Escola Tiradentes de Cuiabá entre 1996 e 2001. Formado em Medicina pela Federal de Mato Grosso do Sul, voltou para Cuiabá onde mantém clínica. Ele contou que fez o processo seletivo para ingressar na Escola Militar aos 10 anos, na 5ª série do ensino fundamental, a pedido da mãe, Ana Lúcia.

“Minha mãe sabia e me falava do diferencial da Escola Militar”, observa. A exemplo dos demais alunos, Renan diz que aprendeu a ter disciplina e responsabilidade para se manter focado nos estudos.

Além da Segurança

Coronel Assis destacou que as sete escolas militares de Mato Grosso, mantidas em parceria com a Secretaria Estadual de Educação (Seduc), são exemplos de ações da Polícia Militar que ultrapassam as fronteiras da Segurança Pública.

Assis citou alguns projetos sociais voltados à prática esportes, prevenção às drogas e de educação musical, ambiental e para o trânsito, entre outros mantidos em Cuiabá e no interior. Na lista estão, por exemplo, o Proerd, ‘JiuJitsu Rotam’, ‘Judô Bope’, ‘Guardiões do Futuro’ e ‘4º Bravo Lutas’. No ano passado a PM atendeu em seus projetos sociais mais de 30 crianças e adolescentes.

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do MPopular. Clique aqui para denunciar um comentário.

comentários

coluna popular
Grana na conta
Problemas de saúde
Em queda
Nesta terça
Fim da linha

Últimas Notícias
24.11.2020 - 22:24
24.11.2020 - 21:27
24.11.2020 - 20:13
24.11.2020 - 19:03
24.11.2020 - 18:28




Informe Publicitário