Farmácias lidam com falta de álcool em gel em distribuidoras | MUVUCA POPULAR

Terça-feira, 07 de Abril de 2020

GERAL Sábado, 14 de Março de 2020, 10h:06 | - A | + A




Farmácias lidam com falta de álcool em gel em distribuidoras

Nove casos suspeitos de coronavírus estão sendo monitorados em Mato Grosso, de acordo com a Secretaria Estadual de Saúde (SES). Neste panorama, a procura por produtos como álcool em gel e máscaras se mantém pela população, ainda mais após a Organização Mundial de Saúde decretar pandemia da doença.

O movimento nas farmácias do centro de Cuiabá demonstra um cuidado da população com a saúde. Na Drogaria Pramyn, uma funcionária estava repondo o estoque e quem entrava no comércio já perguntava pelo álcool em gel.

O gerente da Drogaria Ultra, Nivaldo Saviero, relata que a procura pelo produto cresceu 60% durante a crise do coronavírus. Antigamente, ele guardava o álcool em gel nas prateleiras atrás da bancada. Agora, está exposto na frente, para os clientes encontrarem facilmente. Na drogaria, o recipiente de 500 gramas sai por R$ 12,99.

Apesar de estar com estoque garantido para 2 a 3 meses, o gerente comenta que as distribuidoras estão com o produto em escassez. “Poucas distribuidoras tem, estamos pegando até do Atacadão para repor o nosso estoque”, disse.

Além do álcool em gel, Saviero conta que remédios oriundos da China, como a dipirona, também estão começando a vir com menos frequência. As máscaras já estavam esgotadas antes mesmo da pandemia do COVID-19. Ele conta que vendeu a última na quinta-feira (12).

“Todas as classes de idade procuram, desde mães a idosos. As pessoas adultas são as que mais procuram, de 40 a 60anos, nessa faixa etária. Tem medicamentos que estão faltando que vem da China, como dipirona. Como fazemos compra com a empresa, não estamos conseguindo reposição”, disse.

O gerente da Drogaria Ipiranga, Rosenildo Prado, também relata sobre a divisão que as distribuidoras estão fazendo do álcool em gel. Uma empresa de turismo chegou a encomendar na farmácia 20 unidades do produto.

“De início, começaram a estipular quantidades especificas para o CNPJ, que podia comprar 12 unidades só. O que eu tenho de estoque é o meu antigo, agora hoje não consegue comprar mais”, explica.

A procura pelo produto acontece mais nas unidades do shopping, conta Prado. Após as recomendações de higiene e prevenção, a demanda no comércio do centro deu uma caída. O preço do álcool em gel, de 420 gramas, é de R$ 22,99.

“Parece agora que o estado se confortou, falou que não tinha todo esse risco, pediu a limpeza das mãos, então deu uma parada. Eu mantive o estoque e a demanda não está tão grande, pelo menos nessa região”, tranquiliza.

Mesmo com a declaração de pandemia da OMS, o Centro de Operações de Emergências em Saúde Pública (COE-MT) esclarece que não há motivo para pânico. Não há também recomendação para fechamento de locais com concentração de pessoas, como escolas, cinemas, bares e outros. A equipe reforça a toda a população que mantenham as medidas de controle e prevenção.    

Recomendações

As ações diárias para ajudar a prevenir a propagação de vírus respiratórios incluem lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool. Além disso, evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas. Evitar contato próximo com pessoas doentes. Ficar em casa quando estiver doente. Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo. Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do MPopular. Clique aqui para denunciar um comentário.

comentários

coluna popular
Município possui 5 casos confirmados da doença
Projeto favorece Janina Riva
Enquanto pandemia persiste
Em sessão remota, fala 'escapou'
Programa foi suspenso devido à crise

Últimas Notícias
07.04.2020 - 09:02
07.04.2020 - 08:41
07.04.2020 - 08:23
07.04.2020 - 08:16
07.04.2020 - 08:06


Carlos Fávaro (PSD)

Coronel Rúbia (Patriota)

Elizeu Nascimento (DC)

Gisela Simona (Pros)

José Medeiros (Podemos)

Júlio Campos (DEM)

Nilson Leitão (PSDB)

Otaviano Piveta (PDT)

Procurador Mauro (PSOL)

Reinaldo Morais (PSC)

Valdir Barranco (PT)

(Nenhum deles)

Feliciano Azuaga



Informe Publicitário