Indígenas retirados de aldeia por queimadas aguardam lideração para voltar | MUVUCA POPULAR

Terça-feira, 24 de Novembro de 2020

GERAL Sexta-feira, 18 de Setembro de 2020, 08h:07 | - A | + A




Indígenas retirados de aldeia por queimadas aguardam lideração para voltar

whatsapp-image-2020-09-14-at-09.01.59 (1).jpeg

 

Depois de quatro dias longe de casa, 45 indígenas do povo Boé Bororo devem retornar à terra indígena Tereza Cristina, em Santo Antônio de Leverger (MT), nesta quinta-feira (17). Eles aguardam a retomada da energia elétrica para retornarem às aldeias.

O grupo está abrigado na Casa da Saúde Indígena (Casai) e na casa de parentes em Rondonópolis, a 218 km de Cuiabá.

Os índios foram retirados às pressas da reserva pela Fundação Nacional do Índio (Funai), depois que um incêndio na região chegou bem perto de quatro aldeias da comunidade e a fumaça cobriu as moradias.

A preocupação maior era com as condições de saúde de crianças, idosos, gestantes e mulheres que tiveram filhos recentemente.

O retorno dos indígenas estava previsto para terça-feira (15), mas não aconteceu porque a energia elétrica na região das aldeias estava funcionando apenas em meia fase. A Funai então decidiu aguardar que a concessionária fizesse os reparos necessários, pra depois levar as famílias de volta.

Segundo a empresa que tem a concessão da energia elétrica na região das aldeias, o problema na rede está sendo resolvido.

Essa é a primeira vez que uma tribo da região é desalojada por causa de queimada. A reportagem ainda aguarda mais informações da Funai sobre o episódio.

O fogo começou há 10 dias às margens do Rio São Lourenço e é combatido por brigadistas.

 

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do MPopular. Clique aqui para denunciar um comentário.

comentários

coluna popular
Grana na conta
Problemas de saúde
Em queda
Nesta terça
Fim da linha

Últimas Notícias
24.11.2020 - 21:27
24.11.2020 - 20:13
24.11.2020 - 19:03
24.11.2020 - 18:28
24.11.2020 - 17:36




Informe Publicitário