Lúdio Cabral cobra que governo federal atue no combate aos incêndios no Pantanal | MUVUCA POPULAR

Quinta-feira, 01 de Outubro de 2020

GERAL Terça-feira, 15 de Setembro de 2020, 09h:12 | - A | + A




Lúdio Cabral cobra que governo federal atue no combate aos incêndios no Pantanal

 

O deputado estadual Lúdio Cabral (PT) cobrou que o governo federal tome providências concretas e imediatas para combater as queimadas no Pantanal, autorizando o Exército a fazer o combate ao fogo na região, para reforçar o efetivo do Corpo de Bombeiros Militar de Mato Grosso que já atua na área. As causas sistêmicas e as medidas para combater as queimadas no Pantanal serão debatidas em audiência pública remota na quinta-feira (17), a partir das 14 horas.

“Tivemos a informação de que o Exército Brasileiro possui mil brigadistas capacitados para combater o fogo, que poderiam se somar aos 900 bombeiros e brigadistas que já estão no Pantanal. Os trabalhadores do Corpo de Bombeiros são heróis que estão na linha de frente e merecem todo o nosso reconhecimento. Mas com 300 bombeiros por turno e 1 milhão de hectares queimados, são 3.333 hectares de incêndio para cada homem ou mulher na linha de frente. É impossível combater o fogo no Pantanal sem aumentar o número de pessoas atuando no local. Estamos sacrificando esse efetivo de trabalhadores da linha de frente, que vão adoecer e ter problemas respiratórios graves. Precisamos de mais gente. As Forças Armadas precisam entrar nesse enfrentamento”, disse Lúdio.

A convite da deputada federal Rosa Neide (PT), Lúdio participou da reunião da Frente Parlamentar Ambientalista do Congresso Nacional nessa segunda-feira (14) e propôs como encaminhamento o pedido para que o Exército atue no Pantanal. Na reunião da Comissão de Meio Ambiente da Assembleia Legislativa, Lúdio sugeriu que o governador de Mato Grosso faça a mesma cobrança ao presidente da República.

“O Exército não está combatendo as queimadas no Pantanal por decisão do Ministério da Defesa, que diz que o problema no Pantanal é responsabilidade da Marinha. Tivemos informações de que o governador já entrou em contato com o general que comanda o Exército aqui e o general respondeu que recebe ordens. Então o governador precisa ligar para o presidente da República, que é o comandante em chefe do Exército brasileiro, para que ele determine a atuação do Exército nas queimadas”, disse Lúdio.

Audiência pública

O tema será debatido com profundidade na audiência pública da próxima quinta-feira, que será realizada pelo aplicativo Zoom e transmitida pela TV Assembleia e na página www.facebook.com/LudioMT a partir das 14 horas. A audiência vai reunir universidades, entidades civis, órgãos públicos e moradores da região. Lúdio observou que, além do Pantanal, grandes porções do Cerrado e da Amazônia também estão sendo devastados pelo fogo.

“Na audiência, vamos procurar respostas para três grandes questões. A primeira é o diagnóstico das queimadas atuais: quando começou, qual o caminho percorrido, qual a situação atual e qual o prognóstico. A segunda questão é sobre as medidas estão sendo implementadas pelas instituições responsáveis para enfrentar as queimadas e o que ainda pode ser feito. Precisamos mobilizar todas as forças necessárias para esse trabalho. A terceira é analisar as raízes profundas dessa situação, que estão na nossa relação com o planeta. Precisamos pensar em políticas públicas e modelos de desenvolvimento que enfrentem com profundidade as origens desse problema, que está na falta de água no Pantanal. A floresta e cerrado estão sendo devastados e afetam o regime das águas”, disse Lúdio.

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do MPopular. Clique aqui para denunciar um comentário.

comentários

coluna popular
Saúde em 1º lugar
Corona nas eleições
Distribuição de absorventes 
Lucas do Rio Verde
Atingidos pelo fogo

Últimas Notícias
01.10.2020 - 14:15
01.10.2020 - 14:07
01.10.2020 - 14:03
01.10.2020 - 13:49
01.10.2020 - 13:49


Muvuca (PL)

Adevair Cabral (PTB)

Chico 2000 (PL)

Misael Galvão (PTB)

Ricardo Lobo (PL)

Aladir (PL)

Sargento Joelson (SD)

Juca do Guaraná (MDB)

Luluca Ribeiro (MDB)

Macrean

Ralf Leite (MDB)

Renivaldo Nascimento

Toninho de Souza

Edna Sampaio (PT)

Robson Cireia (PT)

Ricardo Saad

Oseas Machado (MDB)

Rogério Varanda

Alex Ribeiro (PP)

Maurélio (PSDB)

Dudu Santos

Marcelo Bussiki

Vinícyus Clovito

Diego Guimarães

Mário Nadaf

Marcos Veloso

Gisele Almeida

Orival do Farmácia

Wilson Kero-Kero

Dr. Xavier

Justino Malheiros

Zidiel Coutinho

Sargento Vidal

Dídimo Vovô

Clebinho Borges

Júlio da Power

Jamilson Moura

Emídio de Souza (PSL)

Adalberto Cavalcanti

Ricardinho

Kako do CPA

Dilemário Alencar

Max Campos (PSB)

Cezinha Nascimento

Edienes Hadassa

Dr Luiz Fernando

PF Rafael Ranalli

Gabriel Henrique

Itamar Jefferson (PL)

Cristiano Paraqueda

Sebastião Moraes

Daniel

Justino Campos

Rafael "Faré"

Darley Gonçalves

Osmar Rodrigues "Chefinho"

Elenir Pereira

Prof.instrutor Joaquim Neto

Diogo Fernandes

Ade Silva

Sargento Ozeni

Dito Paulo

Paulo Macedo

Luiz BA

Professor Frankes

Paulo da VGDI

Valdemir MM

Weto Salgado

Dr. Daúde

Bob Medina

Wagner Vinícius

Luis Carlos

Carlos Henrique do Correio

Adv Cris

Elenir Pereira

Zé Carlos

Luis Cláudio

Huelton Souza

Rosenil Luiz (Canelinha de pacu) (PL)

Sargento Ozeni

Luiz Poção (PL)

Edilson Odilon (PL)

Paulinho CPA

Germânio Araújo

Chico do Leblon

Delegado Garcia

Renato Anselmo

Cleber Adôrno

Doidinhoducorte

Neno do Pascoal Ramos

Prof. Jorginho



Informe Publicitário