Professora faz filantropia em prol da melhor idade | MUVUCA POPULAR

Sábado, 20 de Julho de 2019

GERAL Quinta-feira, 06 de Junho de 2019, 14h:28 | - A | + A




Bom exemplo

Professora faz filantropia em prol da melhor idade

De forma voluntária, a aposentada faz o registro áudio visual de atividades culturais que acontecem pela cidade


redacaomuvuca@gmail.com

WhatsApp Image 2019-06-04 at 12.16.25.jpeg

 

Apaixonada por fotografia, vídeo e música a professora aposentada Wânia Gracia Amorim Lima, cuiabana de 57 anos, resolveu transformar suas paixões em ações concretas em benefício de outras pessoas.

De forma voluntária, a aposentada faz o registro áudio visual de atividades culturais que acontecem pela cidade, o que contribui para divulgação de artistas regionais e o registro da história da cidade, que passa a ser contada por fotos.

Wânia, que era uma frequentadora assídua da praça da mandioca, participava de uma confraria com os amigos em datas planejadas e sempre estava com o seu celular em mãos para fazer o registro dos momentos de lazer.

“Há uns anos atrás eu comecei a ir na praça da mandioca quando ela “bombava”, frequentava as confrarias com os amigos. E eu achei interessante, comecei a tirar foto, filmar e publicar em redes sociais e com isso acabei ficando conhecida por lá”, relatou.

Entretanto, conforme a professora, com o passar dos anos o movimento na Praça da Mandioca começou a cair e ela passou a frequentar os bailes da terceira idade, e voluntariamente registra e divulga as festas em sua rede social. Sua visibilidade foi tão grande que a aposentada recebeu propostas para cobrir o carnaval cuiabano e ser jurada de fantasias.

Wânia relatou que essa divulgação, as fotos e vídeos, são feitas por conta própria e não recebe ajuda financeira. Porém, mesmo com pouco recurso e apenas um celular, a professora não desanima e se faz presente semanalmente nos bailes da terceira idade, que acontecem na terça-feira e no sábado. 

WhatsApp Image 2019-06-04 at 12.16.59.jpeg

 

“Hoje em dia eu recebo muitos convites para fazer divulgação, para eu registrar festas, mas como eu disse, eu faço de coração, mas eu queria uma coisa certa, tudo tem um gasto seja de locomoção ida e volta e até aparelhos melhores por que eu faço tudo com o meu celular, não tenho uma câmera profissional”, comentou a professora.

Segunda a aposentada, o principal objetivo do seu trabalho é recuperar a autoestima dos frequentadores do baile, tirando-os de casa e fazendo com que se divirtam. “Eles vão, dançam, conversam, jogam bingo e nesses anos que eu estou frequentando eu já vi gente casando, se juntando, formando uma nova família”, afirmou Wânia.

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

(2) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do MPopular. Clique aqui para denunciar um comentário.

Marluce - 07-06-2019 09:35:39

Pesoas boas ainda existem

Responder

2
0


Kátia - 06-06-2019 16:48:08

Q gesto lindo! Parabéns!!

Responder

2
0


2 comentários