ALMT cobra do Estado informações de gastos de R$ 571 mil com bafômetros | MUVUCA POPULAR

Terça-feira, 10 de Dezembro de 2019

GOVERNO Segunda-feira, 02 de Dezembro de 2019, 15h:07 | - A | + A




ALMT cobra do Estado informações de gastos de R$ 571 mil com bafômetros

Requerimento de autoria do deputado Wilson Santos, aponta 15 questionamentos que deverão ser respondidos pelo Executivo.


redacaomuvuca@gmail.com

A Assembleia Legislativa aprovou em sessão ordinária realizada no dia 26 de novembro, o Requerimento nº 766/2019, de autoria do deputado estadual Wilson Santos (PSDB), que exige do governo do estado informações a respeito dos gastos feitos para manutenção dos bafômetros utilizados pelo Detran (Departamento Estadual de Trânsito).

O valor é de R$ 571.645,44 (Quinhentos e setenta e um mil, seiscentos e quarenta e cinco reais e quarenta e quatro centavos). No total, são 15 questionamentos que deverão ser respondidos pelo poder Executivo.

No rol, constam informações a respeito dos valores gastos para a compra de etilômetros bem como a calibragem, certificação e manutenção dos equipamentos e as quantidades utilizadas.

O governo do estado ainda deverá informar os motivos da dispensa de licitação e a razão pela qual foi dispensada a estrutura do IPEM (Instituto de Pesos e Medidas) para averiguação da qualidade dos bafômetros.

“O Legislativo está cumprindo seu papel de fiscalizar. Não se trata de pré-julgamento, mas de uma necessidade de esclarecimento a respeito da utilização do dinheiro público”, explica o deputado Wilson Santos.

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do MPopular. Clique aqui para denunciar um comentário.

comentários

coluna popular
Fortalecimento de cadeias produtivas
Compartilhando Fake News
Educação Básica em pauta
Empenhada em políticas voltadas para mulheres
Encontros serão semanais

Últimas Notícias
09.12.2019 - 19:00
09.12.2019 - 17:21
09.12.2019 - 16:16
09.12.2019 - 15:53
09.12.2019 - 15:36




Informe Publicitário