Com déficit de R$118 milhões, Mendes diz que não tem previsão para pagar salário em dia | MUVUCA POPULAR

Sexta-feira, 22 de Março de 2019

GOVERNO Quarta-feira, 13 de Março de 2019, 09h:04 | - A | + A




Falta de dinheiro

Com déficit de R$118 milhões, Mendes diz que não tem previsão para pagar salário em dia

Por: Redação Muvuca Popular

 

O Governo de Mato Grosso fechou o mês de fevereiro com um déficit de R$ 118 milhões. O valor é a somatória de tudo que foi arrecadado, o que foi pago e as despesas não pagas no segundo mês do ano.  

No mês de fevereiro a arrecadação foi de R$ 1.419.675.828 além do somatório de R$ 46.808.833 que é o saldo da Conta Única em primeiro de fevereiro. Desse valor, o governo efetuou o pagamento dos salários dos servidores ativos no valor de R$ 298.300.799 e dos inativos no valor de R$ 224.554.975.  

O governador Mauro Mendes (DEM) também enfatizou que não há nenhuma perspectiva de quando irá regularizar o salário dos servidores estaduais, que estão recebendo em até 3 vezes o pagamento.  

“Estamos fazendo a lição de casa; estamos pagando o décimo terceiro, referente aos meses de novembro e dezembro. Estamos honrando de acordo com o possível. Depende do caixa, da receita, tem várias variáveis que eu não controlo”, declarou o governador.    

Segundo o chefe do Executivo, apesar do Estado ter apresentado melhoras econômicas, o fluxo de caixa e a arrecadação ainda não aumentaram o suficiente ao ponto de pagar os salários de maneira integral no dia 10 de cada mês, e posteriormente, quitar a folha dentro do mês trabalhado.  

Desde o início do seu mandato, Mendes adotou uma série de medidas para conter gastos. Contudo, o gestor enfatizou que ainda é muito cedo para fazer prognósticos de quando o Estado sairá da crise econômica para regularizar os salários do funcionalismo público.  

“Estamos apertando na cobrança das dívidas ativas e muitos indicadores já mostram uma melhoria de performance. Mas não temos a menor condição de fazer uma previsibilidade real e chutar e eu não chuto”, afirmou o chefe do Executivo.

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

(5) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do MPopular. Clique aqui para denunciar um comentário.

Anderson - 13-03-2019 13:00:20

Acho que essa situação vai percorrer durante os 4 anos em

Responder

15
0


Selina - 13-03-2019 12:40:01

Lá vamos nós para mais uma sofrencia nesse governo

Responder

14
0


Paquin - 13-03-2019 12:22:48

O problema é que o governo tem que fazer caixa, com o erário, para salvar empresas mal administradas! E repasses com aumentos absurdo aos poderes, para manter as mordomias daqueles, enquanto o executivo fica à míngua, com as decisões pra lá de imorais de seu comandante-mor! E tem que sobrar para pagar contas de seus "cupinchas e sicários" financiadores e apoiadores de campanha!

Responder

19
0


Servidora - 14-03-2019 23:06:55

Bem isso, msm que eu penso! Faço das suas as minhas palavras!

Responder

0
0


Antonio - 13-03-2019 09:57:42

Esse déficit tem nome. O nome dele é GALLO. Foi criado artificialmente e será mantido pelo GALLO como desculpa para tudo.

Responder

24
1


5 comentários

coluna popular
“Na gestão passada a Santa Casa funcionava”
Senadora mato-grossense tem "contato direto"
Arena não é só para futebol
Presenteada com salário de 13 mil
Renegociação faz povo pagar conta por 20 anos

Últimas Notícias
21.03.2019 - 18:16
21.03.2019 - 17:00
21.03.2019 - 16:12
21.03.2019 - 15:08


Emanuel Pinheiro

Valtenir Pereira

Procurador Mauro

Gisela Simona

Lúdio Cabral

Janaina Riva

Juiz Julier

Mauro Carvalho

Fábio Garcia

Ulysses Moraes

Pedro Taques

Victório Galli

Nenhum deles



Informe Publicitário