Estado irá pagar R$2 milhões pelo aluguel do prédio da Politec | MUVUCA POPULAR

Segunda-feira, 17 de Junho de 2019

GOVERNO Quarta-feira, 09 de Janeiro de 2019, 12h:06 | - A | + A




Contrato feito por Taques

Estado irá pagar R$2 milhões pelo aluguel do prédio da Politec

O recurso do aluguel seria suficiente para reforma da sede

(redacaomuvuca@gmail.com)
Redação

 

No final da sua gestão, o ex-governador Pedro Taques (PSDB) autorizou a locação de um imóvel no valor de quase R$2 milhões para sediar os Plantões Integrados da Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec).

A mudança da sede começou em 28 de dezembro do ano passado e tem levantado muitos questionamentos, por conta do alto custo do aluguel, que poderia ser investido no prédio oficial, que fica no bairro Carumbé, e desde 2005 não recebe reformas estruturais, conforme informou o diretor de Identificação Técnica Ailton Silva Machado.

De acordo com a publicação no Diário Oficial, o estado irá pagar o valor de R$55.200,00 mil reais por mês e R$ 662.400,00 mil por ano pelo aluguel. O contrato foi fechado por 36 meses e o custo total será de R$ 1.987.200,00.

WhatsApp Image 2019-01-09 at 11.16.16.jpeg

 

Além do auto valor do aluguel, o contrato de locação foi assinado por Taques sem licitação, alvará específico, licenças ambientais e estudo de impacto de vizinhança.

A mudança também tem causado transtorno devido à distância até a sede principal. Conforme denuncia, de uma pessoa que preferiu não se identificar, as pessoas que precisam ser atentidas pela POLITEC estão confusas e não sabem em qual endereço serão atendidas, pois o estado não fez qualquer informativo sobre a transferência da sede.

O contrato também foi alvo de desconfiança da deputada estadual Janaina Riva (MDB), que entrou com um processo de investigação sobre a locação do imóvel no Ministério Público (MPE), no final do ano passado. Conforme a parlamentar, o ex-governador Pedro Taques (PSDB) e o secretário executivo de Segurança Pública, Luiz Gustavo Tarraf Caran, estariam cometendo crime de improbidade administrativa e formação de quadrilha por alugar o imóvel sem licitação.

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

(1) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do MPopular. Clique aqui para denunciar um comentário.

José - 09-01-2019 12:26:20

Favor não esquecer que desgoverno da transformação em caos e roubalheira.Também deve explicações quanto a operação Rêmora por desvio de R$57 milhões na SEDUC; operação Bereré por desvio de R$30 milhões no Detran; operação Grampolândia na segurança pública usada para chantagear adversário; delação de Alan Malouf sobre Brustolin e vários secretários com R$50 mil/mês por fora; mensalinho R$100 milhões por dentro para os deputados; rombo de R$4 bilhões no caixa e desvio de $230 milhões do fundeb; desvio de R$1,2 milhões no fundo de trabalho escravo; desvio e apropriação de R$300 milhões dos municípios; desvio e apropriação de R$300 milhões dos poderes; aumento de $2 bilhões nos Incentivos Fiscais; aumento de milhares de cargos políticos comissionados, aumentou da folha de pagamento pela contratação de mais de 10.000 pessoas; uso da justiça para proteger seus amigos e secretários conforme disse o cabo gerson; delação de Alan Malouf tratando de 12 tipos de corrupção entre elas os $10 milhões de caixa 2 administrados por Alan Malouf e Julio Modesto; licitação irregular de 11 bilhões para transporte interestaduais; desvio de R$58 milhões em pontes na SINFRA; $300 milhões em vantagem cobrada de quem recebeu antecipado no decreto do bom pagador; crédito de R$100 milhões para o primo Paulo Taques; maracutaia com a juiza candidata para ferrar o silval e a familia dele. Além disso, apropriação indébita de R$70 milhões descontado dos salários dos servidores públicos para pagar empréstimos consignados e estouro da folha pagando vantagens para apaniguados políticos.

Responder

13
0


1 comentários