Estrada que dá acesso ao Distrito do Coxipó do Ouro começa a ganhar contornos | MUVUCA POPULAR

Quinta-feira, 09 de Abril de 2020

GOVERNO Domingo, 01 de Setembro de 2019, 11h:51 | - A | + A




Estrada que dá acesso ao Distrito do Coxipó do Ouro começa a ganhar contornos

Pavimentação da MT-402 foi retomada e via já tem 4,6 km asfaltados, dos 8,5 km previstos; obra é demanda antiga de moradores e estimulará o turismo


redacaomuvuca@gmail.com

O acesso ao Distrito do Coxipó do Ouro, que conserva 300 anos de história e cultura, ficará mais fácil e rápido com a chegada do asfalto. Apesar da localidade estar a menos de 20 quilômetros de Cuiabá, para chegar até lá é preciso percorrer quase 10 quilômetros de estrada de chão. Porém, essa realidade deve mudar até o final de 2019.

Isso porque a obra de pavimentação de 8,5 quilômetros da MT-402, no entroncamento com a MT-251, que dá acesso à cidade de Chapada dos Guimarães, foi retomada pela Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra), ganhou novo ritmo e os trabalhos já começaram a avançar.

O distrito do Coxipó do Ouro, banhado pelo rio de mesmo nome, foi o primeiro lugar de desembarque dos bandeirantes paulistas no Estado e ponto de assinatura da Ata de Fundação da Vila Real do Senhor Bom Jesus de Cuiabá. 

Justamente por conter uma carga histórica, a pavimentação da estrada até a localidade servirá como um estímulo ao turismo. “Além do fomento ao turismo, a obra da MT-402 tem ainda um cunho social muito grande porque é uma demanda antiga dos moradores do vilarejo, que é cercado por uma dezena de comunidades rurais”, avaliou o secretário de Estado de Infraestrutura e Logística, Marcelo de Oliveira.

De acordo o secretário adjunto de Obras Rodoviárias da Sinfra, Nilton de Britto, devido a sua importância econômico-social, a secretaria está acompanhando o avanço dos trabalhos de perto e a conclusão deve ocorrer até o fim do ano. No momento, mais de 50% dos serviços previstos foram executados.

O engenheiro da superintendência de Execução e Fiscalização de Obras I, da Sinfra, e fiscal da obra, Luís Carlos Ferreira, acrescenta que do total de 8,5 quilômetros definidos em projeto, 2,6 quilômetros já estão asfaltados e outros 2 quilômetros estão imprimados, ou seja preparados para receber a pavimentação. “Ainda no início de setembro vamos ter 4,6 quilômetros da rodovia com capa asfáltica”, afirmou.

O restante do trajeto começa a passar por terraplanagem, com a existência de cortes no trajeto e aterros, bem como a finalização da rotatória que dá acesso ao aterro sanitário de Cuiabá, na comunidade de Barreiro Branco.

Ao final do trabalho de pavimentação, será realizada a sinalização de toda a via, com espaço destinado à ciclovia. “Essa estrada tem uma plataforma de rolamento larga, muito boa que chega a 12 metros, quando tradicionalmente são comuns 9 metros, por isso vamos sinalizar com espaço para ciclovia”, explicou o engenheiro.

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do MPopular. Clique aqui para denunciar um comentário.

comentários

coluna popular
Não está de olho em reeleição
Intuito é que a população monitore contaminados
Pesquisa foi divulgada pela UFMT
Partido se prepara para eleições
Figueiredo reforça confinamento

Últimas Notícias
09.04.2020 - 18:50
09.04.2020 - 18:19
09.04.2020 - 18:00
09.04.2020 - 17:07
09.04.2020 - 16:44


Carlos Fávaro (PSD)

Coronel Rúbia (Patriota)

Elizeu Nascimento (DC)

Gisela Simona (Pros)

José Medeiros (Podemos)

Júlio Campos (DEM)

Nilson Leitão (PSDB)

Otaviano Piveta (PDT)

Procurador Mauro (PSOL)

Reinaldo Morais (PSC)

Valdir Barranco (PT)

(Nenhum deles)

Feliciano Azuaga



Informe Publicitário