Estrada que dá acesso ao Distrito do Coxipó do Ouro começa a ganhar contornos | MUVUCA POPULAR

Sexta-feira, 20 de Setembro de 2019

GOVERNO Domingo, 01 de Setembro de 2019, 11h:51 | - A | + A




Estrada que dá acesso ao Distrito do Coxipó do Ouro começa a ganhar contornos

Pavimentação da MT-402 foi retomada e via já tem 4,6 km asfaltados, dos 8,5 km previstos; obra é demanda antiga de moradores e estimulará o turismo


redacaomuvuca@gmail.com

O acesso ao Distrito do Coxipó do Ouro, que conserva 300 anos de história e cultura, ficará mais fácil e rápido com a chegada do asfalto. Apesar da localidade estar a menos de 20 quilômetros de Cuiabá, para chegar até lá é preciso percorrer quase 10 quilômetros de estrada de chão. Porém, essa realidade deve mudar até o final de 2019.

Isso porque a obra de pavimentação de 8,5 quilômetros da MT-402, no entroncamento com a MT-251, que dá acesso à cidade de Chapada dos Guimarães, foi retomada pela Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra), ganhou novo ritmo e os trabalhos já começaram a avançar.

O distrito do Coxipó do Ouro, banhado pelo rio de mesmo nome, foi o primeiro lugar de desembarque dos bandeirantes paulistas no Estado e ponto de assinatura da Ata de Fundação da Vila Real do Senhor Bom Jesus de Cuiabá. 

Justamente por conter uma carga histórica, a pavimentação da estrada até a localidade servirá como um estímulo ao turismo. “Além do fomento ao turismo, a obra da MT-402 tem ainda um cunho social muito grande porque é uma demanda antiga dos moradores do vilarejo, que é cercado por uma dezena de comunidades rurais”, avaliou o secretário de Estado de Infraestrutura e Logística, Marcelo de Oliveira.

De acordo o secretário adjunto de Obras Rodoviárias da Sinfra, Nilton de Britto, devido a sua importância econômico-social, a secretaria está acompanhando o avanço dos trabalhos de perto e a conclusão deve ocorrer até o fim do ano. No momento, mais de 50% dos serviços previstos foram executados.

O engenheiro da superintendência de Execução e Fiscalização de Obras I, da Sinfra, e fiscal da obra, Luís Carlos Ferreira, acrescenta que do total de 8,5 quilômetros definidos em projeto, 2,6 quilômetros já estão asfaltados e outros 2 quilômetros estão imprimados, ou seja preparados para receber a pavimentação. “Ainda no início de setembro vamos ter 4,6 quilômetros da rodovia com capa asfáltica”, afirmou.

O restante do trajeto começa a passar por terraplanagem, com a existência de cortes no trajeto e aterros, bem como a finalização da rotatória que dá acesso ao aterro sanitário de Cuiabá, na comunidade de Barreiro Branco.

Ao final do trabalho de pavimentação, será realizada a sinalização de toda a via, com espaço destinado à ciclovia. “Essa estrada tem uma plataforma de rolamento larga, muito boa que chega a 12 metros, quando tradicionalmente são comuns 9 metros, por isso vamos sinalizar com espaço para ciclovia”, explicou o engenheiro.

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do MPopular. Clique aqui para denunciar um comentário.

comentários