Mendes defende projeto de incentivos fiscais e afirma que não aumentará impostos | MUVUCA POPULAR

Domingo, 15 de Setembro de 2019

GOVERNO Quarta-feira, 17 de Julho de 2019, 09h:16 | - A | + A




Defendeu das críticas

Mendes defende projeto de incentivos fiscais e afirma que não aumentará impostos

Projeto para a reinstituição dos incentivos fiscais em MT tem causado polêmicas

 

O projeto para a reinstituição dos incentivos fiscais em Mato Grosso tem causado polêmicas tanto no setor produtivo quanto na Assembleia Legislativa, onde o documento começa hoje um novo andamento, após o governo ter feito alterações no texto original. O Estado respondeu às críticas através de uma nova em que reafirma que a lei não causará aumento de impostos para o cidadão.

Na nota, o governo afirma que “não propõe aumento de imposto para nenhum setor econômico” e sim “prevê redução dos incentivos fiscais e maior isonomia e transparência na concessão de tais benefícios”.

A aprovação do projeto, de acordo com o Executivo, permitirá que os benefícios sejam “autorizados com critério de isonomia”, além da transparência do processo, pois qualquer empresário “poderá acessar o site da secretaria, conhecer a carga tributária do seu setor, protocolar o pedido pela internet e começar a usufruir o incentivo no primeiro dia útil do segundo mês subsequente, sem burocracia e intermediários”.

Essas regras claras e objetivas permitirão a “concorrência justa e atratividade para as empresas que queiram investir em Mato Grosso”, acabando com “brechas que permitiram a ocorrência de negociação de incentivos fiscais irregulares em troca de propina, como confessado pelo ex-governador Silval Barbosa”.

O texto também enfatiza que o projeto não traz “qualquer alteração ou aumento de imposto aos pequenos e médios empresários, optantes do Simples Nacional”. E que essa reorganização da política de incentivos fiscais “é necessária por imposição de lei federal e para corrigir distorções, incentivar o crescimento industrial, gerar empregos, oferecer segurança jurídica e melhorar a qualidade dos serviços públicos”.

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

(8) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do MPopular. Clique aqui para denunciar um comentário.

Jeferson - 17-07-2019 11:28:39

a! tá, quem acredita que essa conta não vai para a população?

Responder

3
0


RODRIGO - 17-07-2019 11:27:03

MAIS UMA MENTIRA PARA A SUA COLEÇÃO GOVERNADOR??

Responder

2
0


Nair - 17-07-2019 11:25:52

As empresas dele já foi privilegiada com esses incentivos né?

Responder

3
0


Milton - 17-07-2019 11:24:24

O AGRO ENTRA NESSA? EU SEI QUE ELES NÃO CONTRIBUI EM NADA PARA O ESTADO SÓ SABEM TIRAR

Responder

3
0


Maguila MT - 17-07-2019 11:22:54

Mas será que as empresas vão cumprir a meta de geração de emprego? a maioria vive dizendo que funcionários são caros tem que ver tudo direitinho

Responder

3
0


Gustavo - 17-07-2019 11:20:51

Que projeto formoso

Responder

1
0


Gustavo - 17-07-2019 11:17:52

Mauro Mente para todos e sobre tudo! só acredito vendo

Responder

2
0


Alicia - 17-07-2019 11:16:31

Então o nobre Mauro Mendes acha q os nobres deputados, que tiveram suas campanhas bancadas pelo agronegócio não irá parar nas nossas costas?

Responder

3
0


8 comentários