Igreja Batista Getsemâni

Concursados levam Taques a justi├ža para serem convocados

Muvuca Popular

O Sindicato dos Servidores Penitenciários de Mato Grosso (Sindspen-MT) deve entrar na próxima semana com denúncia no Ministério Público e uma ação judicial para obrigar o chefe de estado, Pedro Taques convocar todos os aprovados no último concurso público.

O Sindspen-MT revela que Mato Grosso é o sexto estado com maior lotação nos presídios e um déficit de 4.831 vagas, por isso lutou para que o governo fizesse o concurso público, com o objetivo de melhor o  caos que o sistema penitenciário se encontra, mas agora  após a realização do certameTaques de maneira injustificável está relutando e criando óbice para não convocar os aprovados.

“Estamos cansados de esperar por um governo que só vive de promessas, estamos juntos com os aprovados nessa luta pela nomeação”, enfatizou o presidente do Sindicato, João Batista.

De acordo com Batista essa situação é bastante preocupante, visto que as unidades penais estão com sobrecarga de trabalho colocando em risco a segurança e saúde psicológica dos servidores penitenciários.

“Isso precisa ser corrigido com extrema urgência, porque o serviço executado nas unidades é à custa de muito sacrifício dos servidores, portanto peço que o governador do estado cumpra com sua obrigação e convoque todos os aprovados, para aumentar o contingente e assim melhorar as condições de trabalho para os servidores penitenciários”, pontuou Batista.

“Se não bastasse todos esses aspectos, a justificativa do governo de que não existem recursos financeiros para a nomeação dos concursados não tem nexo, devido a grave omissão do governador Pedro Taques em não cobrar ICMS do agronegócio, que deixa de recolher R$ 5 bilhões por ano aos cofres do estado, que deixou de receber R$ 15 bilhões somente nos três anos do atual governo”, cobrou João Batista  


Fonte: MUVUCA POPULAR

Visite o website: https://muvucapopular.com.br