Igreja Batista Getsemâni

Sindicato acusa governo de ser protagonista do caos no sistema

Eles destacam que as as unidades prisionais estão um verdadeiro caos

Brenda Closs
Redação

Após as inúmeras crises no no sistema penitenciário mato-grossense, o Sindicato dos Servidores Penitenciários de Mato Grosso (Sindspen – MT) voltou a acusar o governo de estar transformado as unidades prisionais num verdadeiro caos. O baixo efetivo e a superlotação, acarretam condições insalubres para os servidores, que sofrem constantes ameaças, o que torna inviável a ressocialização dos custodiados.

Um exemplo disso é a Cadeia Pública de Mirassol D’Oeste, que conta com 132 presos e 23 agentes, onde a proporção é de um agente penitenciário para 44 apenados. Dessa forma, a justiça acatou o pedido de liminar do Ministério Público Estadual (MPE) que determina que o Estado de Mato Grosso remaneje dez agentes e uma viatura para a unidade de Mirassol, no prazo de 45 dias. Em caso de descumprimento será aplicada multa diária no valor de R$ 5 mil.

Segundo o MP, o concurso público não teve aprovados na prova objetiva para a unidade de Mirassol D’Oeste, com isso a magistrada Edna Ederli Coutinho determinou que a lotação seja providenciada pela forma administrativa legal a ser decidida pela própria administração pública, ainda que por meio de concurso de remoção, tendo em vista na inexistência de aprovados para o município de Mirassol.

“Essa decisão beneficia Mirassol, mas não atende a necessidade real, pois o quadro de servidores do Estado precisa de um acréscimo e não simplesmente de ajuste de gestão”, declarou o Presidente Interino do Sindspen, Amaury Paixão.

A Diretora de Imprensa, Josilene Muniz ressalta que diante dessa deliberação o estado terá que tirar agentes penitenciários de outras unidades, no entanto, essas situações caóticas, ocorre em todas as unidades de Mato Grosso, por conta da ausência de servidores. O remanejamento desses poucos profissionais seria tampar o sol com a peneira. (com assessoria)

   


Fonte: MUVUCA POPULAR

Visite o website: https://muvucapopular.com.br