Igreja Batista Getsemâni

"Nós temos culpa, nós falhamos", diz deputado sobre dívidas do Estado

O deputado estadual, futuro federal, Dr Leonardo (SD), assumiu a culpa pela crise financeira de Mato Grosso

Vitória Tumelero
Redação

Helena Corezomaé/MP

Helena Corezomaé/MP

Helena Corezomaé/MP

WhatsApp Image 2019-01-10 at 13.14.36.jpeg

 

O deputado estadual de Mato Grosso, eleito para federal, Dr Leonardo (SD) afirmou durante entrevista ao MPopular, que a eficiência dos deputados está em decadência. “A Casa [Assembleia Legislativa] realmente tem que tentar cumprir melhor o seu papel, não estou falando de agora, não é da última gestão, isso é de anos. O déficit de R$ 3 bilhões não é novidade”, declarou o parlamentar.

Segundo Leonardo, todas as Assembleias Legislativas do Brasil precisam desempenhar um trabalho melhor, precisam fiscalizar o Estado. “É um erro das Assembleias no Brasil, do Poder Legislativo, a gente precisa ter melhor definido o papel dos Poderes e exercê-los”.

Além disso, o deputado também criticou a Câmara Federal, que não tem vontade própria e apenas segue o Governo Federal. “A Câmara Federal tem que parar de ser um ‘puxadinho’ do Executivo”, pontuou Leonardo.

Ao ser questionado sobre a crise financeira de Mato Grosso, Leonardo manifestou que a Casa de Leis tem sua parcela de culpa, pois o Governo de Pedro Taques (PSDB), que é marcado por desvios e contratos milionários, deveria ter sido mais vistoriado pelos parlamentares. “O acontecimento de hoje é um erro do passado, uma falta de estudo dos impactos, enfim, de exercer sua função constitucional. Nós temos culpa, nós falhamos”.

Um exemplo da negação na Assembleia é a CPI da Saúde, onde foi revelado o desvio de R$ 200 milhões e as falhas graves da lei de OSs. “A Assembleia foi uma grande culpada disso tudo, não observou, não fez um controle externo. A lei de OSs aprovada aqui foi frouxa, permitiu um roubo que o Ministério Público está ainda investigando”, explicou.

Entretanto, o deputado ressaltou que a falta de fiscalização não é proveniente deste Governo ou do passado, mas sim um problema que vem perpetuando no Legislativo há um bom tempo. "Eu já falei sobre esse tema e mais uma vez a falha vem lá de cima, e não é desse Governo e nem do Governo anterior, já são quatro governos atrás que levaram a esse caos, um vai levando pro outro, vai pedalando e eu acho que tem que ter um ponto de corte, esse é o momento", concluiu. 


Fonte: MUVUCA POPULAR

Visite o website: https://muvucapopular.com.br