Igreja Batista Getsemâni

Deputados do MDB se unem contra o governador Mauro Mendes

Bancada mandou recado para o novo governador.

Redação
Redação

WhatsApp Image 2019-02-09 at 16.40.46.jpeg

 

Os deputados do MDB, Janaína Riva, Thiago Silva, Doutor João e Romoaldo Júnior, optaram por votar em bloco no Parlamento Estadual. A bancada mandou recado para o Palácio Paiaguás dizendo ao governador Mauro Mendes (DEM) para não contar com o apoio da legenda em pautas que retiram os direitos dos servidores públicos.  

O MDB é da base de Mendes, inclusive, o partido deu o maior tempo de televisão na coligação para o programa do governador. Porém, conforme informaram os deputados, eles receberam o apoio de um grande número de servidores e seria incoerente trair a base eleitoral que os fizeram conquistar uma cadeira no parlamento.  

Até mesmo o novato Dr. João, que deve ser escolhido pelo chefe do Executivo para ser vice-líder do governo na Assembleia Legislativa (ALMT), já destacou a posição do partido.  

No Estado, o MDB é contemplado com a Secretaria de Agricultura Familiar e Assuntos Fundiários (Seaf), comandada pelo ex-deputado Silvano Amaral (MDB) e ainda foi beneficiado com a escolha de Allan Kardec (PDT) para comandar à Cultura, já que abriu espaço para que Romoaldo assumisse a cadeira deixada pelo pedetista.  

Na nova legislatura, a base governista ficou menor, pois cresceu o número de servidores públicos que foram eleitos deputados. Assim, a posição e o apoio dos deputados do MDB traz um panorama de como será o apoio ao governador Mauro Mendes na Assembleia Legislativa.  

Vaga para o TCE    

Na próxima semana, os deputados começam a definir o nome de quem ocupará a vaga de conselheiro no Tribunal de Contas do Estado (TCE). E o MDB já definiu que até mesmo nessa votação, os deputados do partido caminharão juntos.    

Entre os candidatos que manifestaram interesse na indicação, estão os deputados Guilherme Maluf (PSDB) e Sebastião Rezende (PSC). Também estão sendo cogitados para vaga, o deputado Faissal Calil (PV), e o promotor de Justiça Mauro Zaque.


Fonte: MUVUCA POPULAR

Visite o website: https://muvucapopular.com.br