Igreja Batista Getsemâni

Áudio mostra negociação de cargos em MT

G1

O Ministério Público Estadual (MPE) investiga uma suposta negociação de cargos entre o assessor do vereador de Primavera do Leste, a 239 km de Cuiabá, Miley Alves (PV), com o vereador do município vizinho, General Carneiro, a 449 km da capital, Magnun Vinnicios Rodrigues, do PSB. O caso tramita em segredo de Justiça.

Um áudio com a conversa da suposta negociação entre o assessor Jefferson Lobato Evangelista e o parlamentar foi divulgado na internet. O diálogo teria sido gravado durante a campanha eleitoral no passado.

À época, Miley era candidato ao cargo de deputado estadual. No áudio, Jefferson diz ao vereador Magnun Vinnicios que pode conseguir um cargo para a esposa dele em troca de apoio político durante a campanha. Atualmente, Magnun é presidente da Câmara de General Carneiro.

À reportagem, o vereador Miley diz que não sabia das negociações. “É difícil você saber tudo que a pessoa faz, tudo que a pessoa está fazendo. Não tem como você ter controle do que um fala, ou outro fala usando seu nome. Ele errou ao usar o meu nome e não tinha autorização pra falar em meu nome”, alegou.

Durante a produção da reportagem, o assessor protocolou um pedido de exoneração. À reportagem, ele negou que tenha havido a negociação. “Nunca ficou explícito, nem implícito, nem demarcado que houve uma negociação de cargo. Não houve isso”, disse.

Na reportagem tentou contato com o presidente da Câmara de General Carneiro, que pediu pare retornar a ligação em outro momento, mas depois não atendeu mais. Na noite desta segunda-feira (11), a Câmara de Vereadores de Primavera do Leste deve votar a abertura de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) contra o vereador Miley Alves.

O pedido de abertura da CPI foi protocolado por uma moradora após a publicação dos áudios.


Fonte: MUVUCA POPULAR

Visite o website: https://muvucapopular.com.br