Igreja Batista Getsemâni

"Não dá para jogar pedra em todo cão que latir", diz José Medeiros sobre ator

Parlamentar afirmou que José de Abreu não merece atenção e não deve ser levado a sério

Redação
Redação

O deputado federal José Medeiros (Pode), criticou durante entrevista o ator José de Abreu, por ter se autoproclamado presidente da República. Segundo o parlamentar, o artista enlouqueceu e não deve ser levado a sério. “O Zé de Abreu virou um caricato, ele já foi um cara que discutia política de forma séria, mas ultimamente tem sido um brincalhão”, declarou.

Inicialmente, o ator havia se declarado presidente do Brasil em apoio à oposição golpista liderada por Juan Guaidó, presidente do parlamento venezuelano que se autoproclamou presidente do país para tentar derrubar o presidente Nicolás Maduro.

No entanto, a decisão de Abreu se tornou uma forma de ironizar o governo do presidente Jair Bolsonaro (PSL). Para Medeiros, a sátira não passa de uma forma de chamar atenção. “Não dá nem para perder tempo com isso, não dá para jogar pedra em todo cão que latir no caminho, ele fica latindo querendo atenção”, pontuou o deputado.

Além disso, o parlamentar alegou que o ator está procurando motivos para criticar o Governo, pois a autoproclamação pode causar a prisão de Abreu. “Ele está doido para ser preso, só para poder falar que no Brasil tem uma ditadura”, apontou.

Nesta semana, José de Abreu foi processado pelo também deputado federal Alexandre Frota (PSL) e pelo próprio presidente Jair Bolsonaro, justamente por sua autoproclamação. Posteriormente, o artista foi entrevistado pelo New York Times e pelo Washington Post, e transpareceu estar despreocupado com as ações judiciais.


Fonte: MUVUCA POPULAR

Visite o website: https://muvucapopular.com.br