Igreja Batista Getsemâni

Ex-marqueteiro de Wilson Santos, Kleber Lima delata extorsão de R$ 600 mil

Marqueteiro de senadora diz que foi procurado pelo ex-cliente com proposta de R$ 600 mil

Da redação / Muvuca Popular

O marqueteiro da senadora Selma Arruda, empresário Kleber Lima, foi citado pela própria em depoimento à polícia federal, como alguém que teria recebido uma proposta do seu ex-cliente, deputado Wilson Santos (PSDB), no valor de R$ 600 mil, para que ajudasse livrar a senadora das denúncias de 'Caixa 2'.

___________
Leia também:
Exclusivo: Áudio mostra marqueteiro de Selma intermediando acordo

Kleber foi marqueteiro de Wilson na campanha para a prefeitura de Cuiabá em 2016, e agora acusa o ex-cliente de extorsão contra a Senadora. Wilson também não é a primeira vítima de Lima, o próprio governador Mauro Mendes, de quem Kleber foi secretário, moveu processo contra ele, por ataques que o marqueteiro fez à primeira dama do estado, Virgínia Mendes.

Defesa

Em sua defesa, Wilson Santos disse que nunca recebeu do empresário Júnior Brasa, dono da Agência de Publicidade Genius, nenhuma proposta para que fosse encaminhada à senadora Selma Arruda (PSL).

“Eu votei na senadora eleita. Eu trabalhei por ela. Usei o nome dela em todos os meus materiais (de campanha) até a reta final. Foi uma surpresa essa posição dela. Ela deve estar usando essa argumentação na sua defesa, mas não vai encontrar guarida, porque não fui porta-voz do empresário Brasa. Eu não tenho nada a ver com isso”.  Wilson comentou que Júnior Brasa é um amigo e que nos anos 80 o empresário foi aluno dele.

O parlamentar disse estar tranquilo e fez o depoimento à Polícia Federal na última terça (12), que durou 10 minutos.

Caixa 2

A acusação de extorsão partiu da senadora Selma Arruda (PSL), que é investigada por prática de 'caixa 2', e está prestes a perder o mandato pelo crime eleitoral. 

Selma trouxe esses fatos em depoimento à Polícia Federal, como vítima de uma extorsão para ter suas contas aprovadas no TRE, apontando Wilson como um novo personagem da trama, após ter falado que o próprio judiciário teria tentado extorquí-la.

Segundo a parlamentar, o tucano teria atuado junto aos seus ex-marqueteiros, Junior Brasa – que também move ação contra ela – e Kleber Lima para chantageá-la. 

À Polícia, a senadora narra uma suposta negociação, que teria sido intermediada por Wilson Santos, para que Junior Brasa desistisse de acioná-la judicialmente pela cobrança de uma dívida referente à campanha.

Curioso que desde sua primeira entrevista acusando Júnior Brasa, os advogados Sebastião Carlos, José Rosa e Lauro da Mata, Selma não tinha mencionado ainda o nome de Wilson Santos. Agora ela diz que seu marqueteiro, Kleber Lima, teria sido procurado para propor o pagamento de R$ 600 mil a Junior Brasa para que ele recuasse do processo de ação monitória e “lhe ajudasse” nas audiências na Justiça Eleitoral.

Outro lado

Em contato com a redação, o marqueteiro Kleber Lima se defendeu da acusação dizendo que não delatou nada, e negou que tenha sido testemunha do suposto fato.

O marqueteiro chegou a dizer que se soubesse que a senadora o arrolaria como testemunha não teria autorizado, porque não presenciou nada do que ela alega. "Eu não levei nenhuma proposta de quem quer que seja de extorsão contra ela", diz.

Lima esclarece que foi arrolado como testemunha sem sua permissão. No relato à polícia Federal, Selma Arruda alega que Wilson Santos procurou Kleber Lima para levar uma proposta para o publicitário Júnior Brasa. Segundo o marqueteiro, ela [Selma] entendeu isso como extorsão. "Até aí tudo bem, o Brasa procurou o Wilson, que me procurou dizendo que queria falar com ela. Mas o assunto não era extorsão, era sobre uma dívida extra-judicial que o Brasa diz ter com ela", justificou.

Questionado se a sua versão não coloca a senadora Selma como mentirosa, Kleber diz que a própria Selma não teria dito isso "Está entre aspas no noticiário", ameniza.

Sobre o processo do governador Mauro Mendes relatado acima, Lima diz que na verdade, o processo foi movido por Virgínia Mendes (esposa de Mauro), em função de um debate de whatsapp. "Eu perdi e paguei", garante.

Veja matéria completa aqui


Fonte: MUVUCA POPULAR

Visite o website: https://muvucapopular.com.br